siga-nos | seja fã
PUB
 

Zollinger-Ellison

Imprimir Partilhar por email
29-08-2013 - 15:37
A doença de Zollinger-Ellison consiste num distúrbio caracterizado por níveis aumentados do hormónio gastrina, fazendo com que o estômago produza ácido clorídrico em excesso.
 
Esta síndrome foi descrita pela primeira vez em 1955 por Robert Zollinger e Edwin Ellison, cirurgiões da Universidade do Estado de Ohio que deram o nome à doença que desde então, tem sido objecto de estudo.
 
É de anotar que, uma das consequências deste aumento de acidez é a produção de úlceras pépticas em 95% dos pacientes.
 
Causas:
 
Esta síndrome é um resultado da presença de um tumor (gastrinoma) no duodeno ou no pâncreas que se assume como produtor de gastrina.
 
Por sua vez, a gastrina funciona nas células parietais do estômago, fazendo-as secretar mais íons hidrogénio na luz estomacal. 
 
Além disso, a gastrina actua com um factor trófico para as células parietais, provocando hiperplasia destas células. 
 
Como consequência, há um aumento no número de células secretoras de ácido, sendo que, cada uma delas produz ácidos em taxas aumentadas. O aumento na acidez contribui para o desenvolvimento de múltiplas úlceras pépticas no estômago e no duodeno.
 
Sintomas:
 
Os portadores desta doença por norma apresentam: 
Dor epigástrica 
Hematêmese (vómitos com sangue) 
Anorexia 
Diarreia
 
Diagnóstico:
 
O diagnóstico é feito a partir da realização de diversos exames laboratoriais e de imagem.
Relativamente ás análises, o clínico prescreve um teste de estimulação da secretina, que mede os níveis de gastrina em resposta à secretina, indica uma avaliação dos níveis de gastrina em jejum e a acidez antral.
 
Outros exames complementares de diagnósticos podem ser prescritos como sendo uma ressonância magnética (RM) ou outros que se considerem pertinentes.
 
Tratamento:
 
O tratamento consiste na administração de inibidores da bomba de prótons (como omeprazol e lansoprazol) e antagonistas do receptor H2 da histamina (como cimetidina, ranitidina e famotidina).
 
Estes procedimentos são indicados para diminuir a secreção ácida.
Relativamente a perspectivas de cura, o procedimento mais eficaz consiste na remoção dos tumores, uma vez que são eles os produtores da acidez. 
 
Essa remoção é feita através de cirurgia ou tratados com quimioterapia.
 
Pode ainda utilizar-se octreotida para alívio dos sintomas.
 
Nota: Entenda este artigo como meramente informativo e um ponto de partida para procurar um médico especialista em caso de suspeita ou de presença de sintomas.
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
PUB
 
NOTÍCIA MAIS LIDA DO MOMENTO
Algarve:Se chover, a água não será muita!

Algarve:Se chover, a água não será muita!

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Jorge Botelho tomou posse afirmando Tavira como "centro do Sotavento"

Jorge Botelho tomou posse afirmando Tavira como "centro do Sotavento"

ver mais
 
CASTRO MARIM:Francisco Amaral começa novo mandato a defender "consensos para lutas que valem a pena"

CASTRO MARIM:Francisco Amaral começa novo mandato a defender "consensos para lutas que valem a pena"

ver mais
 
Olhão associa-se à Semana de Luta Contra a Pobreza e Exclusão Social

Olhão associa-se à Semana de Luta Contra a Pobreza e Exclusão Social

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio