siga-nos | seja fã
PUB
 

Vamos disciplinar as nossas crianças?

Vamos disciplinar as nossas crianças?
Imprimir Partilhar por email
19-08-2015 - 10:52
Todos os pais e educadores sabem a importância da disciplina para garantir um desenvolvimento equilibrado e, ao mesmo tempo, para assegurar que os mais novos aprendem desde cedo, a respeitar os outros.
 
Se é fundamental que as crianças respeitem os adultos, não menos o é que sejam capazes de se dar ao respeito entre os seus pares. Este é um processo indispensável para a boa convivência e para as relações com os outros, independentemente do local e da idade do indivíduo.
 
Quando se educa, tem que se pensar no comportamento da criança dentro e fora da célula familiar, daí que as regras assumam um papel de extrema relevância no processo, pois permitem que a criança as cumpra em qualquer situação.
 
É ainda de anotar neste resumo que, a forma como se transmitem as regras, como se determinam os castigos ou consequências e como se explicam os “erros” que estão na base do mau comportamento, são o alicerce para que tudo resulte, pelo que é imperioso estar atento aos aspetos mais simples.
 
Para facilitar a tarefa, os especialistas do site Pequenada.com apresentam 10 estratégias para disciplinar as crianças:
 
“Pequenas, mas com vontades próprias, as crianças necessitam de disciplina para conhecerem os limites e valores importantes como o respeito.”
 
Segundo a mesma equipa de entendidos, “a disciplina não deve ser reservada exclusivamente para os momentos em que as crianças se portam mal; deve ser algo contínuo para que a criança saiba ela própria distinguir entre o que é certo e o que é errado.” Neste sentido, “os pais devem munir-se de estratégias que clarifiquem as regras e as consequências face ao seu incumprimento.” 
 
O primeiro ponto reforça precisamente a importância de começar desde cedo a orientar a disciplina.
 
1- Regras e limites. A melhor forma de facilitar a disciplina de uma criança é estabelecer regras e limites claros, de forma a que os mais novos as compreendam e sejam capazes de cumprir o que lhes é exigido. Conhecidas as regras, a vida torna-se mais fácil para pais e crianças em qualquer situação.
 
2- Consequências claras. Da mesma forma que as regras têm de ser simples e claras, também as consequências o devem ser. Se existe um castigo para o mau comportamento – ir para a cama mais cedo, não poder ver televisão ou brincar com um certo brinquedo – é importante que essa consequência se materialize. 
 
Só assim é que as crianças vão perceber que não podem contornar as regras, nem desafiar os limites sem terem de lidar com as consequências. Por mais que lhe possa custar, há que cumprir as consequências – nunca ninguém disse que a disciplina é um processo fácil, mas mais importante do que isso é que seja eficaz. “A longo prazo valerá a pena.”
 
3-O respeito é muito bonito. Ensinar a criança a respeitar não só os adultos, mas todas as pessoas que a rodeiam passa por coisas tão simples como aprender a dizer “por favor” ou “obrigado”. Não gritar ou bater são outras ações que devem ser controladas, para limitar a agressividade nas crianças. “Fale com a criança da mesma forma que gostaria que ela falasse consigo e nos dias em que a pequenada se exaltar (acontece a todos!) peça-lhe para se sentar quieta durante 5 minutos para se acalmar antes de voltar a falar consigo.” É importante que a criança possa falar e expressar tudo o que lhe apetece, mas sempre com respeito pelo outro.
 
4-Utilizar o “Sim” em vez do “Não”
 
Este parece um ponto complicado, mas na realidade é uma forma simples de disciplinar. Troque o “não deves” por “deves”. Ao focar o comportamento que quer ver em vez daquele que não quer ver, é mais fácil a criança aprender – por exemplo, em vez de dizer “não batas com os carrinhos na mesa” diga “ao fazeres isso podes estragar a mesa, brinca com os carrinhos no chão, aí andam mais depressa!”.
 
5-Descobrir as causas. Se o mau comportamento é uma constante e todos os atos de disciplina estão a ser infrutíferos, é importante avaliar a situação e perceber qual o motivo que está por detrás desse incumprimento. Um problema na escola pode dar lugar a comportamentos de desobediência, tal como um mau-estar em termos físicos ou emocionais. É importante ter em conta que, o mau comportamento nem sempre é sinónimo de um capricho infantil, pois pode indicar que algo se passa. A melhor forma de agir é conversar com a criança e perceber o que a está a inquietar.
 
6- Seja firme. O segredo do sucesso da disciplina infantil é a capacidade de se manter firme, ou seja, se a criança já sabe que não pode levar brinquedos para a escola, não ceda só porque ela resolveu fazer uma birra. Mantenha essa firmeza nas mais variadas situações em que as regras possam cair por terra, sob pena de ser muito difícil inverter o cenário de desobediência. A hora para ir para a cama está regulamentada em casa. Não ceda a uma birra ou a tentativas de alterar esse hábito. O mesmo se passa nas mais variadas situações em que a criança quer modificar o que foi acordado sem que exista um verdadeiro motivo para isso.
 
7- Gosto de ti. Ser firme não significa que não pode dizer à criança o quanto gosta dela ou dar-lhe um abraço depois de lhe chamar a atenção pelo mau comportamento ou de explicar porque não gostou de determinada ação ou palavra. 
 
É importante frisar que não se gostou do comportamento, não da criança. Esta é uma forma interessante de mostrar aos mais novos que a disciplina não significa que se goste menos um do outro e que apesar dos conflitos tudo vai acabar bem.
    
8- O poder é seu. Os pais têm de mostrar a sua autoridade e quem realmente manda nas mais variadas situações. A negociação existe, mas a última palavra tem de ser dos pais. As crianças observam e copiam tudo aquilo que é do mundo adulto, por isso, se estiver sempre a gritar com os mais pequenos, vai dar-lhes “autorização” para reproduzirem o mesmo comportamento. Ao respirar fundo e pensar duas vezes antes de falar, pode fazê-lo de forma calma e mostrar à criança que é assim que se fala e se deve comportar. Cabe a si estabelecer o tom das situações. As crianças acabam por seguir esse caminho.
 
9- Cuide-se. As crianças são os seres mais maravilhosos do mundo, mas a rotina diária e as diferentes fases do seu desenvolvimento podem revelar-se verdadeiros desafios para os pais. Daí a importância de cuidar de si – dedique tempo de qualidade para estar sozinho, mas também com o seu companheiro(a), faça atividades que lhe permitem aliviar o stress – desta forma estará mais preparado para enfrentar, de forma calma e exemplar, os desafios da disciplina infantil.
 
10- Avanços e recuos. Disciplinar uma criança não é algo que acontece de um dia para o outro e, embora seja mais fácil perceberam as regras à medida que vão crescendo, isso não significa que de vez em quando não haja uma grande birra, portas a bater, irmãos a lutar entre si ou outros comportamentos menos positivos. Esteja preparado para tudo, sabendo quais são as regras e os objetivos que quer implementar na educação dos seus filhos.
 
 
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Educação: orientar as crianças para a maturidade emocional



-

Educação: o que não se deve (de forma alguma) fazer a uma criança



-

“Crianças que não brincam, ficam doentes” – Mário Cordeiro



-

Sabe o que é Síndrome de Húbris? É a doença do poder!



-

Sabe identificar um sociopata?



PUB
 
PUB
 
ÁREA CLIENTES
Loja das Taças
Se és campeão a loja das Taças põe-te o Troféu na mão
ver mais
 
Restaurante Os Arcos
A melhor gastronomia algarvia
ver mais
 
Allô Pizza
Os apreciadores da verdadeira pizza italiana conhecem a casa, local agradável, bom ambiente e boa-disposição.
ver mais
 
 
 
NOTÍCIA MAIS LIDA DO MOMENTO
"Crepe Algarvio" estreia-se na Feira da Serra de S. Brás de Alportel pela mão de um talento

"Crepe Algarvio" estreia-se na Feira da Serra de S. Brás de Alportel pela mão de um talento

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Cidade voltou a unir-se em torno da 36ª Concentração de Motos de Faro

Cidade voltou a unir-se em torno da 36ª Concentração de Motos de Faro

ver mais
 
"Crepe Algarvio" estreia-se na Feira da Serra de S. Brás de Alportel pela mão de um talento

"Crepe Algarvio" estreia-se na Feira da Serra de S. Brás de Alportel pela mão de um talento

ver mais
 
Criado Grupo de Apoio à Pessoa Idosa de Lagoa para intervir sempre que necessário

Criado Grupo de Apoio à Pessoa Idosa de Lagoa para intervir sempre que necessário

ver mais
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio