siga-nos | seja fã
PUB
 

Vamos ajudar o nosso filho a ser mais confiante?

Vamos ajudar o nosso filho a ser mais confiante?
Imprimir Partilhar por email
09-12-2016 - 11:32
A confiança é algo essencial para enfrentar a vida nas mais variadas situações e, ao mesmo tempo, um motivo de inquietação para muitos pais que se envolvem em dúvidas.
 
O problema surge precisamente dos progenitores que também já enfrentaram os seus medos, e que acabam por temer que os filhos sintam essa falta de confiança.
 
De acordo com os especialistas, a questão deve colocar-se primeiro nos pais para que se possa transmitir aos filhos. 
 
Apesar da ansiedade que a questão pode envolver, é fundamental que os pais deixem os mais novos fazer as suas próprias conquistas e aprendizagens, bem como permitir que o erro faça parte da oportunidade de corrigir e de melhorar.
 
Ao mesmo tempo, é essencial ter em conta que se deve respeitar o ritmo de cada criança. Possibilitar que os mais novos desfrutem das oportunidades que cada idade lhes oferece, é um ponto a favor dessa autoconfiança.
 
Muitos pais tendem a “exigir” que os filhos se comportem como adultos e a orientá-los para as etapas seguintes, sem que possam aprender as particularidades básicas da sua idade. Este erro leva a que os mais novos se sintam pouco confiantes nas mais variadas experiências, uma vez que lhes falta a vivência das situações.
 
Ao invés de corrigir levianamente o erro, os pais devem ter a preocupação de mostrar o que falhou e de programar uma atividade que permita melhorar a tarefa. Desta forma, a criança fica com o “registo” de que, “afinal é capaz”, e que há várias soluções para o mesmo problema.
 
Para aprofundar o tema da confiança nas crianças, recorremos a Carl Pickhardt, psicólogo e autor de 15 livros sobre parentalidade. Ao Independent, este especialista contou que, os inimigos da confiança são “o desânimo e o medo”, por isso os pais têm o dever de encorajar e apoiar os seus filhos para que estes consigam lidar com tarefas difíceis.
 
O psicólogo considera tão importante a confiança que listou de forma simples, orientações que podem ajudar os pais a incentivar os mais novos para essa forma de estar na vida.
 
1. Aprecie o esforço da criança independentemente do que se possa ganhar ou perder com a tarefa;
 
2. Evite as pressões! 
 
Encoraje a prática como forma de construir competência numa área de que eles gostem;
 
3. Deixe-os descobrir e resolver os problemas por eles próprios;
 
4. Deixe-os comportar de acordo com a idade – não espere que o seu filho se comporte como um adulto quando deve ser criança;
 
5. Desperte para a curiosidade e motive os seus filhos para a descoberta; para a vontade de aprender em várias áreas;
 
6. Dê-lhes novos desafios e mostre-lhes que conseguem realizar pequenos objetivos para chegar a uma meta maior;
 
7. Evite criar ‘atalhos’ ou abrir exceções para os seus filhos – o tratamento especial pode transmitir falta de confiança;
 
8. Nunca critique o desempenho dos seus filhos – para não os desanimar é preferível dar-lhes feedback útil, sugestões e possíveis alternativas:
 
9. Trate os erros como blocos de construção para a aprendizagem. “O erro é um direito de quem aprende”.
 
10. Abra a porta a novas experiências mostre-lhes que independentemente de uma coisa ser muito diferente ou até assustadora, pode ser conquistada ou ultrapassada;
 
11. Ensine-lhes aquilo que sabe fazer;
 
12. Não lhes diga quando está preocupado com eles – muitas vezes a preocupação é interpretada como um voto de falta de confiança;
 
13. Premeie-os quando eles lidam bem com as adversidades;
 
14. Ofereça a sua ajuda e apoio, mas não em demasia;
 
15. Aplauda a coragem deles quando experimentam algo novo;
 
16. Celebre a vontade de aprender;
 
17. Não os deixe fugir da realidade ao passar demasiado tempo na internet;
 
18. Mantenha a autoridade e firmeza, sem perder de vista a necessária liberdade para compreender as situações e exigir o que é necessário.
 
Não se esqueça de que a disciplina também faz parte da confiança! As regras orientam e permitem comportamentos mais confiantes em diversas situações. O saber estar em sociedade “abre portas” para as relações com os outros e acrescenta a confiança.
 
Algarve Primeiro
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

A parentalidade começa na decisão de querer ter filhos!



-

Há cada vez mais pais com medo dos filhos. Porquê?



-

Educação parental influencia resultados escolares e relação com colegas



-

Relações: conheça os primeiros sinais de alerta para a separação



-

Escola: o que não se deve dizer/fazer aos filhos



PUB
 
NOTÍCIA MAIS LIDA DO MOMENTO
Nota de Pesar do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário do Algarve pelo falecimento do Dr. Larguito Claro

Nota de Pesar do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário do Algarve pelo falecimento do Dr. Larguito Claro

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Unidades hoteleiras e empreendimentos turísticos do Algarve integram rede de suporte básico de vida

Unidades hoteleiras e empreendimentos turísticos do Algarve integram rede de suporte básico de vida

ver mais
 
Nota de Pesar da Câmara Municipal de Faro pelo falecimento do Dr. Larguito Claro

Nota de Pesar da Câmara Municipal de Faro pelo falecimento do Dr. Larguito Claro

ver mais
 
Nota de Pesar do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário do Algarve pelo falecimento do Dr. Larguito Claro

Nota de Pesar do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário do Algarve pelo falecimento do Dr. Larguito Claro

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio