siga-nos | seja fã
PUB
 

Urticária Aquagénica

Imprimir Partilhar por email
18-09-2013 - 22:12
Este é um tipo de alergia rara que, como tal, se distancia dos sintomas convencionais, razão pela qual merece algum cuidado no diagnóstico e uma avaliação de um especialista.
Descrição:
 
Em termos populares, a urticária aquagénica, como o próprio nome indica, é uma forma de reacção negativa ao contacto da pele com a água.
Muitos cientistas classificam a Urticária Aquagénica como uma hipersensibilidade à água, descrevendo a patologia como uma forma de hipersensibilidade a íons que estão presentes na água não destilada. 
 
De acordo com esta interpretação, as pessoas que sofrem desta patologia podem ter crises de urticária com apenas 15 minutos de contacto com a água. Essa crise intensa de prurido pode demorar até 2h para passar, provocando um enorme desconforto e mau-estar ao paciente.
 
Com este tipo de sensibilidade, a rotina diária fica altamente comprometida, já que, o simples facto de tomar banho numa piscina, chorar ou mesmo apanhar chuva podem ser provações terríveis para as pessoas que sofrem desta forma rara de urticária.
 
A primeira citação da Urticária Aquagénica como uma doença surgiu em 1964 através dos cientistas Shelley e Rawnsley. A sua descrição foi a de uma doença que era um tipo de alergia à água. Quando as pessoas que sofriam desse mal entravam em contacto com a água, em qualquer temperatura, apresentavam lesões pelo corpo.
 
Essas lesões eram um tipo de urtica e cada uma apresentava em torno de 2 cm a 3 cm. 
 
Quase sempre as lesões aparecem na parte superior do corpo e a região dos ombros é uma das mais prejudicadas.
Com o aprofundamento do conhecimento, verificou-se que, as urticas podiam durar de 10 a 50 minutos. Actualmente, existem casos em que as urticas podem durar até 2h após o contacto com a água.
 
Essa é uma patologia mais comum nas mulheres do que nos homens, começando a  manifestar-se na puberdade. Dificilmente, se encontra uma criança que sofra de Urticária Aquagênica, mas não é impossível, uma vez que, pontualmente já tem surgido um ou outro caso.
 
Causas:
 
Durante muito tempo acreditou-se que os casos não eram de origem hereditária e que atingiam uma pessoa de forma isolada na família. No entanto, essa posição tem vindo a ser considerada pela ciência, na medida em que, alguns dos casos estudados mostram precisamente o contrário, pois há relatos de elementos de uma mesma família a padecer desta doença. 
 
Ao mesmo tempo, é de considerar que, uma possível causa desta forma rara de urticária, pode estar associada a outros tipos de urticária como a colinérgica, causada pelo frio e o dermografismo.
 
A Urticária Aquagénica, apesar de ser classificada como um tipo de alergia, não é uma reação alérgica tradicional, isto porque, numa reacção convencional, ocorre a libertação de histamina, porém, no caso específico desta doença, a mesma não existe.
 
O que afecta os doentes:
 
Tudo o que envolve contacto com a água é prejudicial para quem sofre de Urticária Aquagênica. Isso inclui beijar, já que existe troca de saliva, o que também é beber água. Na mesma sequência, todo e qualquer contacto com a água provoca irritação e alergia em forma de crise.
 
Diagnóstico:
 
Antes de se ter a certeza de que o problema do paciente é esse tipo de urticária é importante descartar a possibilidade de outras formas de alergia. Além de descartar outros tipos de alergias convencionais, é necessário realizar o teste de provocação com água.
 
Esse teste, apesar de causar dor e sofrimento ao paciente, é necessário para que seja comprovada a reacção alérgica a água. Neste tipo de teste, o médico realiza o contacto da pele do paciente com água e observa se há o aparecimento de lesões na região logo após esse contacto.
 
Uma doença misteriosa:
 
A incidência desta forma de urticária é de 1 em cada 230 milhões de nascimentos.
 
No mundo foram relatados cerca de 40 casos de Urticária Aquagênica.
 
De realçar que, muitas pessoas podem ter esta doença e não fazer ideia de qual é o seu problema devido à escassa informação existente, no entanto, não existem casos de morte devido a essa alergia, apesar de causar muita dor e desconforto.
 
Tratamento:
 
O melhor e único tratamento para esta doença é proteger o corpo de todo e qualquer contacto com a água. É altamente complicada esta tarefa, já que praticamente todas as acções que realizamos implicam algum tipo de contacto com o líquido, logo podemos ver o quão complicada é a vida destes doentes.
É claro que as pessoas precisam de tomar banho e para que isso não seja um sofrimento sem fim, é necessário usar truques como aplicar vaselina, por exemplo. A vaselina cria um tipo de película protectora para evitar que o contacto seja muito intenso e cause muita dor.
 
Relato de caso:
 
Katie Dell, de 26 anos, é uma das pessoas que sofre com este problema. A rotina da jovem é bastante diferente da maioria das pessoas, uma vez que, até para tomar banho precisa da ajuda do marido.
 
A jovem contou ao mundo que não assiste a filmes que possam emocioná-la, pois se tiver necessidade de chorar, sentirá dores insuportáveis nos olhos. Isso sem contar o preconceito pelo qual Katie passou e também a dificuldade de ser diagnosticada. “Os especialistas olhavam para mim como se eu estivesse dizendo mentiras e as pessoas diziam-me que era tudo da minha cabeça. Eu pensei que estava a enlouquecer”.
 
Refira-se que, a Urticária Aquagénica nem sempre foi tratada como uma doença e pelo facto de apenas existirem 40 pessoas diagnosticadas no mundo, todo o processo foi muito moroso.
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
PUB
 
PUB
 
ÁREA CLIENTES
Escola de Condução C.C.S
Escola de Condução para Motociclos e Veículos Ligeiros.
ver mais
 
Allô Pizza
Os apreciadores da verdadeira pizza italiana conhecem a casa, local agradável, bom ambiente e boa-disposição.
ver mais
 
Loja das Taças
Se és campeão a loja das Taças põe-te o Troféu na mão
ver mais
 
 
 
NOTÍCIA MAIS LIDA DO MOMENTO
Chuva poderá “arrefecer” tempo no Algarve

Chuva poderá “arrefecer” tempo no Algarve

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Polícia Marítima apreendeu rede de 40 armadilhas em Lagos

Polícia Marítima apreendeu rede de 40 armadilhas em Lagos

ver mais
 
Concelho de Loulé desvenda 7 mil anos da sua história nos Jerónimos

Concelho de Loulé desvenda 7 mil anos da sua história nos Jerónimos

ver mais
 
Totalidade das praias de Olhão já ostenta Bandeira Qualidade de Ouro

Totalidade das praias de Olhão já ostenta Bandeira Qualidade de Ouro

ver mais
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio