siga-nos | seja fã
PUB
 

Pinheiro e Rosa

Pinheiro e Rosa
Imprimir Partilhar por email
14-09-2013 - 15:59
José António Pinheiro e Rosa nasceu em Faro a 5 de Maio de 1908 e o seu nome ficou associado ao importante contributo que deu na divulgação da história e cultura do Algarve.
 
 
Mais conhecido por Pinheiro e Rosa, este Homem dedicou grande parte do seu percurso à religião, à composição musical, à docência e à escrita. A autarquia farense atribuiu-lhe uma Medalha de Ouro em virtude do seu valioso contributo para a cidade. 
 
Pinheiro e Rosa recebeu o grau de Académico de Mérito da Academia Portuguesa de História e esteve ligado à Diocese do Algarve. Foi professor e explicador, capelão, chanceler, e director dos Museus Regionais de Faro e da Biblioteca Municipal de Faro. 
 
Ingressou no Seminário Diocesano de S. José em Faro, tendo sido ordenado presbítero em 1930. Foi na capital algarvia que exerceu as funções de professor, capelão da Misericórdia e chanceler da Câmara Eclesiástica. 
 
Dedicou-se ao estudo da arte sacra no Algarve, tendo organizado várias exposições, destacando-se a realizada aquando das Comemorações Centenárias, em 1940. Também compôs várias músicas de temática religiosa e foi explicador de Português e Latim em Lagos e Faro, professor particular no Colégio Gil Eanes, em Lagos, e responsável pelas ruínas romanas de Milreu. 
 
Pinheiro e Rosa participou como orador em diversos congressos, destacando-se a apresentação de "Igrejas, Capelas e Ermidas do Algarve" no II Congresso Regional Algarvio. 
 
A cidade de Lagos também lhe prestou uma merecida homenagem com a colocação do seu nome numa rua na freguesia de Santa Maria. Em Faro, a Escola Pinheiro e Rosa é um exemplo do quanto este concidadão foi acarinhado pela terra que o viu nascer. 
 
Pinheiro e Rosa, para além de um percurso dedicado aos outros e ao bem comum, deixou um conjunto de publicações que merecem ser destacadas e consultadas como um espólio altamente valioso. 
 
Os principais títulos: 
 
De Estudante a Monge (1941) 
Procissões de Faro (1946) 
Vozes de Bronze: Os Sinos das Torres do Algarve (1947) 
Guia do Visitante das Igrejas de Faro (sob o pseudónimo Álvaro Valadares) (1949) 
A Freguesia da Conceição de Tavira (separata do Povo Algarvio) (1951) 
Arte Sacra em Tavira (1966) 
O Passado, o Presente e o Futuro das Ruínas de Milreu (separata dos «Anais do Município de Faro») (1969) 
História da Biblioteca Municipal de Faro (separata dos Anais do Município de Faro) (1969) 
História do Museu Arqueológico Infante D. Henrique (separata dos Anais do Município de Faro) (1969) 
A Igreja de Santo António dos Capuchos de Faro (separata dos Anais do Município de Faro) (1969) 
Três Pessoas e um Museu (separata dos Anais do Município de Faro) (1969) 
Roteiro das Ruínas do Milreu (1974) 
A Igreja de Santa Bárbara de Nexe (separata dos Anais do Município de Faro) (1974) 
As Muralhas de Faro (separata dos Anais do Município de Faro) (1975) 
Novas Achegas para a localização de Ossónoba (separata dos Anais do Município de Faro) (1976) 
A Catedral do Algarve e o Seu Cabido - Tempos de Ossónoba (separata dos Anais do Município de Faro) (1976) 
O Mais Representativo Monumento da Cidade de Faro (separata dos Anais do Município de Faro) (1978) 
Museu Antonino (separata dos Anais do Município de Faro) (1978) 
Faro, Século XVIII - A urbe e a Civitas (separata dos Anais do Município de Faro) (1979) 
A Feira de Santa Iria quase Quadricentária (separata dos Anais do Município de Faro) (1980) 
A Tomada de Faro por Afonso III (1981) 
A Catedral do Algarve e o seu Cabido – Sé em Faro (separata dos Anais do Município de Faro) (1983 - 1984) 
O Foral de Faro (1983) 
Uma figura dos Descobrimentos e Uma Obra do Renascimento (1983) 
Passeando por Faro em 1740 (separata de O Algarve) (1984) 
Monumentos e Edifícios Notáveis do Concelho de Faro (1984) 
A Família Bívar de Faro e O Seu Palácio (1986) 
Faro em 1949 (separata dos Anais do Município de Faro) (1986) 
Faro, Cidade Universitária (1987) 
Órgãos, Organistas e Organeiros no Algarve, do Século XVII ao XX (1987) 
A Igreja Paroquial de S. Pedro de Faro (1989) 
Gente de Faro em 1711 (separata de O Algarve) (1990) 
Tesouros Artísticos do Algarve (1990) 
Famílias Farenses do Séc. XVII (separata dos Anais do Município de Faro) (1992) 
A Diocese do Algarve e a Universidade de Coimbra (separata da Revista da Universidade de Coimbra) (1992) 
Crónicas, Viagens e Outras Engrenagens (1992) 
Faro em 1449 - Subsídios Arqueológico-Topográficos para a Sua História (separata dos Anais do Município de Faro) (1993) 
Valores Bibliográficos da Cidade (separata dos Anais do Município de Faro) (1993) 
Algarve de Santo António (1995) e o reconhecimento de que se trata de um algarvio notável que fez chegar a cultura regional a todos os locais onde possam existir estudiosos e interessados nos temas que habilmente descreveu. 
 
(Actualização:01.12.11)
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Jorge Tavares



-

Russel M. Santos



-

Grupo de Charolas União Bordeirense



-

Anabela Afonso (Stª Bárbara de Nexe)



-

Francisco Rosado



PUB
 
PUB
 
ÁREA CLIENTES
Allô Pizza
Os apreciadores da verdadeira pizza italiana conhecem a casa, local agradável, bom ambiente e boa-disposição.
ver mais
 
Loja das Taças
Se és campeão a loja das Taças põe-te o Troféu na mão
ver mais
 
Escola de Condução C.C.S
Escola de Condução para Motociclos e Veículos Ligeiros.
ver mais
 
 
 
NOTÍCIA MAIS LIDA DO MOMENTO
Fardo de droga dá à costa da Ilha da Culatra

Fardo de droga dá à costa da Ilha da Culatra

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Aprovada III fase do Plano de Pormenor da Lejana que prevê terceira circular de Faro

Aprovada III fase do Plano de Pormenor da Lejana que prevê terceira circular de Faro

ver mais
 
II Liga: Leixões vence Olhanense

II Liga: Leixões vence Olhanense

ver mais
 
Fardo de droga dá à costa da Ilha da Culatra

Fardo de droga dá à costa da Ilha da Culatra

ver mais
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio