siga-nos | seja fã
PUB
 

Os ecrãs perturbam o rendimento escolar dos jovens

Os ecrãs perturbam o rendimento escolar dos jovens
Imprimir Partilhar por email
06-09-2015 - 20:23
Na tentativa de perceber o impacto das novas tecnologias da informação e comunicação nos mais novos, têm sido muitos os estudos publicados dando conta de vários problemas de saúde associados a um uso excessivo desses equipamentos.
 
Para além das perturbações no sono, da agressividade e da obesidade, os cientistas da Universidade de Cambridge demonstram que, os adolescentes que passam quatro horas diárias frente aos ecrãs, apresentam um menor rendimento escolar.
 
Segundo os investigadores, a utilização abusiva desses equipamentos distrai da necessidade de estudar.
 
São vários os estudos que têm relacionado o uso excessivo da televisão, do computador, dos tablets ou dos smartphones a problemas como obesidade, alterações dos padrões de sono e até comportamentos agressivos nos mais novos. 
 
Depois de realizar um novo trabalho para aprofundar os problemas associados aos novos desafios deste tempo tecnológico, os especialistas afirmam que,  quanto mais expostos os adolescentes estiverem aos ecrãs, pior tende a ser o rendimento escolar. 
 
A conclusão é de um estudo da Universidade de Cambridge publicado ontem, no qual participaram mais de 800 alunos na faixa etária dos 14 anos.
 
Para os investigadores, “não há dúvidas de que as tecnologias trouxeram uma infinidade de recursos, mas devem ser usadas na dose certa, sobretudo pelos mais novos.”
 
Segundo conta o El Mundo, os cientistas tentaram estudar a relação da exposição aos ecrãs com o rendimento escolar.
 
As conclusões apresentadas pelo coordenador do estudo, Kirsten Corder, são suportadas pela análise dos níveis de atividade e sedentarismo de 845 alunos de escolas de Cambridgeshire e Suffolk que os comparou com o desempenho académico dos estudantes.
 
A investigação debruçou-se sobre o que os jovens faziam durante o tempo em que estavam sentados e percebeu que,em média, os adolescentes passavam quatro horas por dia agarrados ao smartphone, ao tablet, no computador ou a ver televisão. O dobro do que é recomendado pela Associação Americana de Pediatria.
 
Cada hora extra passada à frente de um ecrã foi associada a 9,3 pontos a menos nos resultados académicos do secundário, o equivalente a passar de um bom para um suficiente, explica o diário espanhol.
 
Duas horas extra implicam uma perda de 18 pontos. Em sentido inverso, quem dedicava mais tempo a atividades como a leitura ou as tarefas da escola obtinha melhores notas nos exames (em média, 23,1 pontos a mais).
 
Tendo por base estes dados, os cientistas alertam os pais para uma realidade que prejudica o desempenho dos estudantes, o que se irá refletir no futuro a vários níveis, já que, para além da distração afce ao estudo, estes equipamentos são um impedimento à convivência e ao estabelecimento de relações interpessoais.
 
Têm também sido vários os alertas por parte de psicólogos que dão conta da necessidade de se estabelecerem relações presenciais entre as crianças e adolescentes, já que a socialização é uma importante ferramenta para adquirir competências e hábitos de vida mais salutares ao desenvolvimento. Este estudo vai no mesmo sentido, demonstrando os prejuízos de uma quase dependência do ecrã.
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Educação: o que não se deve (de forma alguma) fazer a uma criança



-

“Crianças que não brincam, ficam doentes” – Mário Cordeiro



-

Sabe o que é Síndrome de Húbris? É a doença do poder!



-

Sabe identificar um sociopata?



-

Mitos e verdades da vida “mais saudável”



PUB
 
PUB
 
ÁREA CLIENTES
Restaurante Os Arcos
A melhor gastronomia algarvia
ver mais
 
Loja das Taças
Se és campeão a loja das Taças põe-te o Troféu na mão
ver mais
 
Escola de Condução C.C.S
Escola de Condução para Motociclos e Veículos Ligeiros.
ver mais
 
 
 
NOTÍCIA MAIS LIDA DO MOMENTO
Mais 30 operacionais do Algarve a caminho de Góis

Mais 30 operacionais do Algarve a caminho de Góis

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Farol Bike Tour terminou no Algarve com 27 faróis alcançados e mais de 1.000 km percorridos

Farol Bike Tour terminou no Algarve com 27 faróis alcançados e mais de 1.000 km percorridos

ver mais
 
FARO:Ass. Bombeiros Cruz Lusa “segue estratégia de modernização e operacionalidade da corporação”

FARO:Ass. Bombeiros Cruz Lusa “segue estratégia de modernização e operacionalidade da corporação”

ver mais
 
Autárquicas:Bloco de Esquerda apresenta candidatos para Loulé

Autárquicas:Bloco de Esquerda apresenta candidatos para Loulé

ver mais
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio