siga-nos | seja fã
PUB
 

O que é feito da humildade?

Imprimir Partilhar por email
08-04-2014 - 22:39
Vivemos num tempo em que se tornou moda saber tudo, saber opinar acerca de quase tudo, mesmo que pouco se saiba ou sinta…
 
Neste mesmo tempo, tornou-se natural assumir uma postura arrogante para proteger as emoções, para disfarçar sentimentos e, acima de tudo, para mostrar poder face ao outro.
 
Tornou-se natural porque os valores humanos parecem ter caído em desuso… até quando? Não sabemos, mas é importante recordar que, é tão nobre responder de forma inteligente, como ser humilde face ao conhecimento do outro. 
 
Depois, se é natural que se deve assumir a postura arrogante, mais enriquecedor será não temer mostrar que se desconhece, mas que se tem vontade de aprender e de saber mais, pois só essa atitude nos poderá conduzir ao verdadeiro conhecimento.
 
Claro que, na era do consumo, do desemprego e em que a crise parece ser mais forte do que qualquer valor humano, se tem tornado impensável aceitar que alguém “não esteja na linha da frente do conhecimento”, pois rapidamente estará em segundo plano… mas analisando bem a sociedade, será mesmo assim?! Não será facilmente desmascarado aquele que finge saber?
 
No fundo, quem engana só consegue cumprir a sua missão até ao momento em que se confronte com alguém que saiba mais do que ele…
 
É de anotar que, ninguém aprende sem reconhecer que não sabe, pelo que, não temos de dominar política, economia, letras, leis, números, agências de rating, bolsa de valores, comentar uma pintura, escrever um poema, explicar as doenças a um médico ou ensinar um professor a dar aulas e, daí por diante!
 
Se cada um se ocupar com a sua área de intervenção profissional e com a sua vida em pleno, certamente que descobre duas coisas: não precisa de se preocupar com o que os outros pensam acerca do seu desconhecimento face a outros assuntos, muito menos em ter de dominar os termos que os demais profissionais utilizam no seu quotidiano, pois existe uma diferença entre falar do que não se sabe e cultura geral!
 
Estar minimamente informado, não pressupõe de forma alguma, dominar a maior parte dos termos que se ouvem nos meios de comunicação social e, é tão mais ridículo aquele que se passa por muito inteligente e, no fundo pouco sabe acerca do assunto, do que aquele que é capaz de pesquisar e procurar saber mais, ou ouvir atentamente alguém disponível para lhe explicar o que não sabe.
 
Pode parecer básico este apontamento, afinal, já todos sabem isto! Mas, na realidade, assiste-se a uma galopante preocupação em mostrar uma pessoa que não somos, para causar “boa impressão”, mas esquecemo-nos cada vez mais de quem verdadeiramente somos e aquilo que sentimos em prol dessa corrida contra o tempo que não chega para ler e saber tanto e que nos retira o prazer da própria vida, pois há muito mais para fazer do que corresponder ás expectativas dos outros sobre nós!
 
Para facilitar a tarefa, recordemos o que é a humildade e qual a sua importância ao longo dos tempos…
 
Humildade vem do latim humilitas, e é a virtude que consiste em conhecer as suas próprias limitações e fraquezas e agir de acordo com essa consciência. Humildade refere-se à qualidade daqueles que não tentam projetar-se sobre as outras pessoas, nem mostrar qualquer tipo de superioridade. A humildade é considerada pela maioria das pessoas como a virtude que dá o sentimento exato do nosso bom senso ao nos avaliarmos em relação às outras pessoas. 
 
À humildade acrescentam-se características como cordialidade, respeito, simplicidade e honestidade.
 
Neste sentido, quem as possui não precisa necessariamente de ser humilde, já que dentro de si, construiu um conjunto de valores que se tornam acções no quotidiano.
 
A humildade pode confundir-se com modéstia, mas o seu sentido é exactamente o oposto, uma vez que, o modesto tem falta de ambição, a humildade pode estar no ato de reconhecer que em determinado momento podemos ser ambiciosos ao invés de gananciosos.
 
As religiões tendem a associar a humildade ao reconhecimento da superioridade divina. Todos os seres humanos são iguais aos olhos de Deus, devendo agir e comportar-se como tal. Porem somente a religião, não define o assunto humildade ou o que é ser humilde.
 
Vejamos que, para o budismo, a humildade é a consciência que se tem do caminho a levar para se libertar do sofrimento.
 
Do ponto de vista da filosofia, Immanuel Kant afirma que a humildade é a virtude central da vida, uma vez que dá uma perspectiva apropriada da moral.
 
Para Friedrich Nietzsche, em contrapartida, a humildade é uma falsa virtude que dissimula as desilusões que uma pessoa esconde dentro de si.
 
Walber Luidhy afirma que " Nossa humildade é testada todos os dias, a partir de nossas atitudes e ações".
 
Para além das diferenças em termos de conceito, as pessoas partilham da mesma visão sobre a humildade como sendo a característica que leva as pessoas a realizarem uma acção sem proclamar os seus resultados. Suponhamos, por exemplo, que um homem joga bem futebol e que é humilde, este não deverá apresentar-se aos outros na qualidade de “melhor jogador” nem como sendo “o jogador que sempre marcou a diferença graças ao seu talento”.
 
Humildade também não significa ter de se rebaixar perante os outros, mas sim reconhecer e admitir as suas falhas.
 
É importante assumir que, a pessoa humildade segue o que sente e cultiva o que pensa sem procurar um retorno, mas sim uma forma de bem-estar individual. Acredita no que sabe e, não tem medo de assumir o que desconhece, pois fortalece-se com o que conhece de si mesma e do mundo e, está pronta para saber mais e para estar à altura de novos desafios, sem que, no entanto, manifeste essa “vaidade interior”.
 
Diga-se o que se disser: ser humilde continua a ser uma riqueza incalculável…
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Precisa de um “jeitinho”? Conheça outros hábitos (muito) portugueses!



-

Para avançar, é preciso “virar a página”!



-

Aprenda “a ser importante” para os outros



-

“A Internet está a tornar-nos mais estúpidos?”



-

As pessoas tristes são as mais egoístas!



PUB
 
PUB
 
ÁREA CLIENTES
Allô Pizza
Os apreciadores da verdadeira pizza italiana conhecem a casa, local agradável, bom ambiente e boa-disposição.
ver mais
 
Restaurante Os Arcos
A melhor gastronomia algarvia
ver mais
 
Escola de Condução C.C.S
Escola de Condução para Motociclos e Veículos Ligeiros.
ver mais
 
 
 
NOTÍCIA MAIS LIDA DO MOMENTO
Maria Leal de volta ao Algarve para animar motards

Maria Leal de volta ao Algarve para animar motards

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Polícia Marítima fiscaliza atividade de venda ambulante em Albufeira

Polícia Marítima fiscaliza atividade de venda ambulante em Albufeira

ver mais
 
Câmara Municipal cede terreno para a nova "casa" da Polícia Judiciária em Portimão

Câmara Municipal cede terreno para a nova "casa" da Polícia Judiciária em Portimão

ver mais
 
Com o «Guia Algarve» da RTA tenha "à mão" 200 eventos em junho

Com o «Guia Algarve» da RTA tenha "à mão" 200 eventos em junho

ver mais
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio