siga-nos | seja fã
PUB
 

Mariana Villar

Mariana Villar
Imprimir Partilhar por email
20-08-2013 - 22:46
Este é o pseudónimo de Lucinda Costa Alves Figueira que nasceu em S. Brás de Alportel a 14 de Março de 1927.
 
 
No mundo artístico do qual fez parte toda a vida foi conhecida como Mariana Vilar, motivo pelo qual lhe prestamos esta justa homenagem com o nome com que gostaria de ser aplaudida pelo público nas muitas interpretações em que participou. 
 
Após um longo percurso enquanto actriz de teatro, TV e cinema, o país e a região perdeu esta mulher em 29 de abril de 1998 quando veio a falecer em Lisboa deixando uma história de vida notável. 
 
Esposa de Luiz Francisco Rebello, Mariana Vilar conheceu a sua estreia no cinema com apenas 25 anos, isto no ano de 1952, o que para a sua época foi um feito digno de enaltecimento e de registo. 
 
Começou por interpretar a protagonista do filme "Duas Causas", ao lado de Alves da Cunha e, a partir desta oportunidade de mostrar o seu talento, seguiram-se os filmes "A Rosa de Alfama" e "Quando o Mar Galgou a Terra" de Henrique Campos, antecipando desde logo uma carreira de sucesso. 
 
Dois anos mais tarde, em 1954, fez parte de várias companhias teatrais, entre as quais o Teatro d'Arte de Lisboa, o Grupo de Acção Teatral e a Casa da Comédia. Participou em peças como "Yerma" de Garcia Lorca, "Dez Convites para a Morte" de Agatha Christie, "Joana d'Arc" de Jean Anouilh, "O Amor dos 4 Coronéis" de Peter Ustinov, "A Casa dos Vivos" de Graham Greene, "Os Fantasmas" de Eduardo de Filippo, "O Sedutor" de Diego Fabbri e "O Processo" de Kafka. 
 
Sem esquecer que também participou em muitas noites de teatro da RTP e na célebre novela do canal público de televisão, Chuva na Areia que igualmente contou com muita projecção. 
 
Integrou o elenco do filme "A Estrangeira" em 1983 de João Mário Grilo e, sete anos mais tarde, participou no teledrama "Todo o Amor é Amor de Perdição" de Herlander Peyroteo. 
 
No teatro destacou-se por uma vasta participação em peças que se imortalizaram e que, apesar do resumo, merecem ser reconhecidas como ligadas à actriz. Assim, para além das já referidas participações, Mariana Vilar interpretou enquanto actriz papéis de relevo nas peças teatrais: 
 
“Perdeu-se um Marido”, de Frederico Pressler, 
 
“Por Um Fio...”, de Costa Ferreira, 
 
“A Sogra de Luis XIV”, de Georges Feydeau ou o 
 
“O Palco da Vida”, de Alessandro De Stefani. 
 
O nome de Mariana Vilar ficou ainda associado a 
O João Valentão. de Amadeu do Vale, 
 
A Casa dos Vivos, de Graham Greene, 
 
Os Fantasmas, de Eduardo de Filippo, 
 
A Grande Jornada, de Frederico Pressler, 
 
O Sedutor, de Diego Fabbrim entre muitos outros sucessos que foi acumulando ao longo do seu percurso. 
 
Recordar Mariana Vilar é mesmo enaltecer uma mulher que marcou gerações e que, apesar de ter saído da região algarvia à procura de outros palcos onde pudesse representar, inevitavelmente acabou por elevar o Algarve em todos os lugares onde foi aplaudida e valorizada, eis um grandioso motivo para a recordar e para reconstituir um resumo da sua biografia que poderá despertar muitos outros novos talentos da região e do país. 
 
(Actualização:25.08.11)
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Gago Coutinho



-

Estanco Louro



-

Diogo Gago



-

Isabel Caiado Vedes



-

Vítor Guerreiro



PUB
 
PUB
 
ÁREA CLIENTES
Loja das Taças
Se és campeão a loja das Taças põe-te o Troféu na mão
ver mais
 
Escola de Condução C.C.S
Escola de Condução para Motociclos e Veículos Ligeiros.
ver mais
 
Restaurante Os Arcos
A melhor gastronomia algarvia
ver mais
 
 
 
NOTÍCIA MAIS LIDA DO MOMENTO
FARO:Passados treze anos, Largo das Mouras Velhas está requalificado

FARO:Passados treze anos, Largo das Mouras Velhas está requalificado

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Portimão assume que quer ser Cidade Europeia do Desporto em 2019

Portimão assume que quer ser Cidade Europeia do Desporto em 2019

ver mais
 
TAVIRA:Advogado detido por burla proibido de contactar com lesados

TAVIRA:Advogado detido por burla proibido de contactar com lesados

ver mais
 
Bloco de Esquerda de Albufeira critica artigo da Autarquia sobre campanha da Coca-Cola

Bloco de Esquerda de Albufeira critica artigo da Autarquia sobre campanha da Coca-Cola

ver mais
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio