siga-nos | seja fã
PUB
 

Ernestina de Jesus

Ernestina de Jesus
Imprimir Partilhar por email
02-09-2013 - 11:17
Ernestina de Lurdes Sabino de Jesus, nasci a 22 de Setembro de 1970, na cidade de Luanda. Vim para Portugal em 1975, iniciei o meu percurso escolar em 1977 em Santa Luzia, sendo transferida para uma Escola na cidade de Olhão após o primeiro período, por motivos profissionais da minha família.
 
No início do ano de 1978, foi detectado a minha deficiência visual, após vários diagnósticos em 1979, finalmente foi diagnosticado correctamente a doença como Stargardt. 
 
Estive até ao 9º ano a estudar em Olhão sempre com um percurso regular. No 10º ano vim estudar para o Liceu em Faro, altura em que passei a viver também nessa cidade. 
 
Entrei na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da  Universidade do Porto no ano Lectivo 89/90, concluindo a Licenciatura no ano 94/95 de Psicologia ramo Psicologia Clínica. 
 
Iniciei o meu percurso profissional no MAPS, movimento de apoio à problemática da Sida, na cidade de Faro, assim como na clínica Avenida em Faro, em Janeiro de 1997,comecei a trabalhar  em Portimão, a exercer funções de  Psicóloga Clínica no Ministério da saúde  onde me encontro actualmente. Exerço ainda funções de actividade privada na mesma cidade. 
 
Saliento ainda que dei aulas, no período lectivo 97/98 e 98/99 na Lusófona” Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes em Portimão, no curso de Sociologia. Obtive o grau de Especialista em Psicologia Clínica, em 2007,atribuído pelo Ministério da Saúde, Administração Central do Sistema da Saúde IP. 
 
Realço que fiz o meu percurso escolar sempre com o apoio, de colegas, professores e amigos que se disponibilizavam para gravar os livros e apontamentos, em cassetes, para que eu pudesse mais rapidamente estudar e ter um bom desempenho na altura dos exames. 
 
Aprendi Braille durante dois anos lectivos, mas na realidade como não foi fácil adquirir rapidez de leitura, mantive sempre o método das gravações e ampliações. 
 
Fiz varias tentativas de me associar a Acapo, no entanto, por preconceito achando que a Acapo era para cegos, tive dificuldade em fazer parte da associação, por outro lado também acho, que fui sempre contornando as dificuldades que fui sentindo, com o apoio de todos aqueles que me foram acompanhando ao longo do percurso, também fez com que demorasse a dar o passo. 
 
No entanto compreendo e aceito que com o apoio da Acapo, teria adquirido muito mais cedo a autonomia relativamente ao computador, pois nunca consegui trabalhar num computador e por outro lado tinha sempre quem o fizesse por mim. 
 
Nestes últimos 10  anos fui perdendo a visão, e apesar de continuar a ter todo o apoio da família, amigos e colegas, finalmente dei o passo de me inscrever na Acapo no final de 2008,e por encontrar com a minha mobilidade reduzida. 
 
Percursos que conhecia bem, passei a ter dificuldades, chocando com obstáculos e pessoas, assim, fiz aulas de Orientação e Mobilidade onde saliento o profissionalismo e apoio da Técnica de Orientação e Mobilidade da Delegação da Acapo do Algarve a Dra. Joana Afonso. 
 
Devolveu a minha autonomia a nível da mobilidade com as técnicas que aprendi de orientação. Sendo por isso mais fácil ultrapassar as dificuldades por mim sentidas não menos importante foi puder integrar as aulas de informática dadas de forma voluntaria pelo Diogo Costa nas instalações da delegação que deram inicio em Novembro de 2009. 
 
Não posso deixar de realçar, o facto de que à medida que me encontrava a ficar mais dependente, consegui adquirir uma autonomia que na realidade não tinha antes. 
 
Em Fevereiro de 2010, a delegação do Algarve estava sem direcção, por demissão do Presidente anterior, fui convidada pelo Diogo para integrar a direcção da Acapo como tesoureira, sendo este desafio aceite por mim, porque era por um período de tempo curto, até acontecer as eleições gerais para a Acapo. 
 
Desta forma estive como tesoureira desde Março de 2010 ate 11 de Dezembro do mesmo ano.
 
Esta experiência foi muito gratificante mas, foram meses de muito trabalho para devolver a estabilidade a esta delegação. 
 
Com o cargo de Tesoureira adquiri experiência, ganhei o respeito e o espírito associativo abraçando a filosofia da Acapo, que merece todo o nosso respeito. 
 
Ao se aproximar o fim do mandato, fui sendo desafiada a continuar a fazer parte da Direcção desta delegação. Por isso quis abraçar este desafio pois é importante e fundamental que a Delegação do Algarve continue a crescer, a solidificar e a dar respostas cada vez mais eficazes aos deficientes visuais da nossa região, e isso só se consegue com o esforço da equipa técnica, e com o esforço dos elementos que participam activamente como dirigentes da delegação e os associados. 
 
Esta direcção tomou posse a 11 de Dezembro de 2010, tendo um mandato até 2013, existe ainda muito trabalho e um longo caminho a percorrer para que esta delegação consiga estar ao alcance de todos os Cidadãos Cegos e Ambliopes. 
 
Tudo fiz no sentido de levar mais longe quer a Delegação, assim como os interesses dos associados do Algarve, por isso aceitei o desafio de cumprir com mais um mandato de mais três anos, mas por razões pessoais terminei funções em Abril de 2015. 
 
Posso dizer com alguma segurança que nem sempre tudo é fácil na vida do ser humano, mas o mais importante é ultrapassar e contornar todas as dificuldades como uma oportunidade de crescer e sempre melhor fazer, este tem sido sempre o meu lema de vida, posso afirmar que pintei sempre a minha razão de estar na vida com luta persistência e sempre acreditando que posso chegar mais longe.
 
Refira-se que, Ernestina de Jesus tem dado o seu valioso contributo à região, seja em termos profissionais, seja no âmbito do associativismo, sempre com o intuito de fazer chegar mais longe aquilo em que acredita e que considera fundamental proporcionar para que os demais também acreditem nas suas potencialidades.

 

 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Je Suis Ilhéu/S.O.S Ria Formosa



-

Fénix Banda



-

Alexandra Barros



-

Adriano Pimpão



-

António Hamrol



PUB
 
NOTÍCIA MAIS LIDA DO MOMENTO
Hélder​ ​Semedo​ ​despede-se​ ​da​ ​vida autárquica​ e "provavelmente" da vida política

Hélder​ ​Semedo​ ​despede-se​ ​da​ ​vida autárquica​ e "provavelmente" da vida política

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Associação Movimento Juvenil em Olhão vence Prémio "Boas Práticas 2017 - Associativismo Juvenil"

Associação Movimento Juvenil em Olhão vence Prémio "Boas Práticas 2017 - Associativismo Juvenil"

ver mais
 
ACRAL promove debates com candidatos às autárquicas nos concelhos de Faro, Tavira e Loulé

ACRAL promove debates com candidatos às autárquicas nos concelhos de Faro, Tavira e Loulé

ver mais
 
Lagoa:GNR fez 19 detidos em festival de música eletrónica

Lagoa:GNR fez 19 detidos em festival de música eletrónica

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio