siga-nos | seja fã
PUB
 

Cuidar da saúde masculina

Cuidar da saúde masculina
Imprimir Partilhar por email
11-12-2015 - 10:14
Tendo por base os resultados de diversos trabalhos científicos, o homem cuida menos da sua saúde que as mulheres.
 
Por detrás das principais causas deste “desleixe” face à saúde, estão em primeiro lugar os aspetos culturais que têm vindo a ser contestados pela comunidade científica, mas que ainda persistem em muitos grupos socioeconómicos. 
 
De acordo com os mesmos resultados, existe uma crença de que o homem é mais forte e saudável face ás mulheres que se consideram mais vulneráveis á doença e frágeis. 
 
Por esta razão, os cuidados de saúde masculinos continuam a ser colocados em segundo plano, o que inibe a prevenção de muitas doenças.
 
Como segunda causa deste afastamento do homem face aos cuidados de saúde, são apontadas a falta de tempo para uma consulta de rotina, a falta de consciência da sua importância e o consequente afastamento perante a ideia de prevenção de doenças.
 
De acordo com um estudo realizado numa Universidade de São Paulo, “a cada três mortes de pessoas adultas, duas são de homens. 
 
Os homens vivem, em média, sete anos menos do que as mulheres. O motivo principal para isso, já constatado por médicos e autoridades competentes, é que os homens não cuidam da própria saúde.”
 
O mesmo estudo revela que, os homens tendem a assumir um comportamento mais desleixado com a saúde e são resistentes aos cuidados que devem ser tomados, utilizando as mais diversas desculpas para adiar uma simples ida ao médico. 
 
Os mesmos resultados demonstram que, a maior parte dos óbitos está relacionada com eventos cardiovasculares, acidentes vasculares cerebrais ou cancro, pelo que, é essencial a prática de consultas regulares, pelo menos uma vez por ano, ao médico de família.
 
A prevenção tem vindo a assumir um papel cada vez mais relevante, uma vez que permite uma alteração atempada de hábitos que, muitas vezes são descurados no dia-a-dia.
 
Partindo deste pressuposto, não é demais alertar para a importância de ter cuidados diários com a saúde, pois a mulher é mais resistente sobretudo porque tem alguma preocupação com a sua saúde e uma maior consciência dessa importância na qualidade de vida. 
 
O mesmo estudo aponta que, a mulher assumia o papel de “controlo de bordo” do marido como forma de cuidar da doença do companheiro. Nos dias de hoje, espera-se que, ambos os géneros tenham essa consciência e o mais breve possível, sob pena de deixar arrastar problemas e sofrimento que podiam ser evitados.
 
Para começar, tenha em conta estes hábitos diários:
 
A alimentação é a base essencial para o bom funcionamento do organismo, pelo que deve ser variada, equilibrada e baseada em alimentos saudáveis. É fundamental a ingestão de frutas e legumes, peixe e muitos líquidos ao longo do dia. A água e o chá sem açúcar são excelentes opções.
 
A prática de atividade física é fundamental e deve fazer parte do dia a dia de todos os homens, para que a saúde e a jovialidade se prolonguem no tempo. É importante dedicar alguns momentos do dia a este tipo de atividades, já que, o “atleta de fim-de-semana” não resolve o problema, muito menos cumpre a função desejada.
 
É essencial estimular a atividade cerebral com atividades de lazer, descontraídas e que promovam o relaxamento. A música é uma boa opção também, tal como a leitura, a caminhada, brincar com os filhos e daí por diante.
 
O homem deve assumir que os excessos prejudicam a saúde, pelo que, seja a alimentação, o álcool e mesmo o exercício físico, devem ser encarados com moderação. O tabaco deve estar fora dos hábitos de vida.
 
O peso é também um aspeto fundamental, pelo que deve ser vigiado e controlado para evitar doenças. As visitas regulares ao médico de família ajudam na manutenção do peso e no controlo da tensão arterial, bem como na deteção precoce de doenças ou problemas de saúde. 
 
Cumprir as orientações do profissional de saúde, é a base para que os resultados se concretizem. Compreender as causas e importância é fundamental para todo o processo.
 
O consumo de doces deve ser tido em conta em todas as idades e em ambos os géneros, como é evidente, pelo que, nunca é demais recordar essa atenção.
 
É importante também ter em conta os cuidados com o sol e a necessidade de usar protetor solar. Esta medida ajuda a prevenir doenças, em especial o cancro de pele.
 
Ainda no âmbito da pele, esta precisa de hidratação para ser saudável. Tenha esse cuidado diário após o banho. Um bom creme hidratante previne doenças e melhora o bem-estar diário.
 
Cuidar da saúde bucal é outro imperativo quando de prevenção se trata, uma vez que, a estética é fundamental, mas através da boca e da falta de higiene podem surgir muitos problemas de saúde.
 
A saúde visual também deve estar na ordem de prioridades, pois facilmente podem ocorrer alterações na visão.
 
Tenha presente a importância de cuidar diariamente da sua saúde, pois é daí que depende a qualidade de vida.
 
Ter consciência de que olhar o corpo como uma fonte de saúde e necessidade diária de cuidados é a base para melhorar a qualidade de vida, seja a nível físico, seja na dimensão mental e emocional.
 
Este apontamento não tem outro intuito que não despertar quem ainda não compreendeu a importância de encarar a saúde como prevenção de doenças.
 
O homem assume uma responsabilidade sobre o seu bem-estar que deve ser assumida tal como qualquer outra.
 
Cumprir as orientações médicas é outra responsabilidade para com o seu próprio organismo e, começar o mais cedo possível a compreender que, “o homem não é o sexo forte”, muito menos capaz de resistir a tudo, pois está provado que, mais cedo ou mais tarde, a vida “troca as voltas” a estas crenças e mostra a verdade dos factos. 
 
A saúde começa por si, por isso não descure os momentos em família, o tempo de lazer, as brincadeiras e conversas com os filhos, pois no seu conjunto, são oportuniadaes únicas de parar, de analisar e de perceber se está tudo bem consigo.
 
Não é vergonha cuidar diariamente da saúde, mas sim arrastar problemas que, muitas vezes já não têm muito a fazer e que provocam muita dor e sofrimento.
 
Uma visita anual ao médico de família permite vigiar o estado da saúde em geral, prevenir doenças e adoptar hábitos de vida mais saudáveis, aso ainda não os tenha concretizado.
 
 
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Quando a ansiedade nos atrapalha os planos  



-

Mindfulness:Treino e principais benefícios



-

Diferenças entre empatia e contágio emocional



-

Educação: orientar as crianças para a maturidade emocional



-

Educação: o que não se deve (de forma alguma) fazer a uma criança



PUB
 
NOTÍCIA MAIS LIDA DO MOMENTO
FARO:Agrupamento de Escolas Pinheiro e Rosa começa ano letivo com refeições vegetarianas na ementa

FARO:Agrupamento de Escolas Pinheiro e Rosa começa ano letivo com refeições vegetarianas na ementa

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Algarve regista maior valor de pescado comercializado nas lotas portuguesas

Algarve regista maior valor de pescado comercializado nas lotas portuguesas

ver mais
 
Investigadora da UAlg recebe bolsa de 20 mil dólares para estudar ocupação Neandertal

Investigadora da UAlg recebe bolsa de 20 mil dólares para estudar ocupação Neandertal

ver mais
 
Candidaturas aos prémios da “Gala do Desporto 2017” de Portimão decorrem até 15 de outubro

Candidaturas aos prémios da “Gala do Desporto 2017” de Portimão decorrem até 15 de outubro

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio