siga-nos | seja fã
PUB
 

Conhecer “um pouco mais” do nosso cérebro

Imprimir Partilhar por email
10-12-2013 - 22:15
É sempre um desafio e uma curiosidade saber como funciona “a nossa caixinha”, razão pela qual, os assuntos relacionados com o nosso cérebro despertam tanto interesse na opinião pública.
 
Tendo por base essa importância e a necessidade de divulgar o que a ciência vai desvendando em muitos trabalhos de investigação, vale a pena saber mais acerca de um capítulo importantíssimo que pode abrir portas a muitas interpretações e terapêuticas no futuro.
 
Assim, as bases neurais do comportamento e a sua ligação às perturbações neuropsiquiátricas são o objecto de estudo dos neurocientistas e médicos da Fundação Champalimaud. 
 
Neste trabalho, os investigadores explicaram as diferenças entre as acções automáticas e as intencionais, chegando a conclusões que podem ajudar os indivíduos no seu dia-a-dia.
 
Carregar no botão do elevador do nosso local de trabalho é, ao fim de algumas viagens, uma acção automática - um hábito. Mas, e se tivermos de usar um elevador onde nunca entrámos? Nesse caso, carregar no botão passa a ser uma acção intencional.”
 
É com este exemplo que Rui Costa, investigador do Programa Champalimaud de Neurociências, explica a importância de podermos, no nosso dia a dia, alternar entre acções automáticas e intencionais, de forma rápida e correcta.
 
Desvendar o circuito neural que está na base desta capacidade que, de certo modo, nos permite quebrar hábitos, foi o ponto de partida do estudo conduzido por Rui Costa e Christina Gremel, na Fundação Champalimaud em Portugal e no NIAAA, National Institutes of Health (NIH) nos EUA, e que foi publicado na revista Nature Communications em Agosto deste ano.
 
Para este estudo foi desenvolvida uma tarefa na qual os ratinhos alternavam as suas acções intencionais e habituais. Esta tarefa permitiu, pela primeira vez, examinar quais as regiões do cérebro responsáveis pela quebra de hábitos.
 
 Estudos anteriores já haviam demonstrado que as acções intencionais são controladas pela região mais medial do estriado e que as acções automáticas são resultado da actividade neural na região mais dorsal desta mesma área do cérebro.
 
O que este estudo vem revelar é que existe uma área do córtex - área órbito-frontal - fundamental para a alternância entre os dois tipos de acções. Rui Costa explica que “quando inibimos neurónios da área órbito-frontal do córtex de ratinhos, conseguimos reduzir as suas acções intencionais. Já quando estes mesmos neurónios, através de uma técnica chamada optogenética, observamos um aumento selectivo das acções intencionais.”
 
Para este investigador, os resultados deste estudo sugerem “algo extraordinário pois os mesmos circuitos neurais funcionam de uma forma dinâmica, permitindo a aprendizagem de acções automáticas e intencionais em paralelo.”
 
A descoberta desta função da área órbito-frontal do córtex poderá ter importantes implicações clínicas, nomeadamente ao nível da neuropsiquiatria, uma vez que é uma das áreas afectadas nos pacientes com distúrbio obsessivo-complusivo.
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Receitas caseiras para se sentir mais jovem e bonita!



-

Afinal, há sexo no local de trabalho! – estudo mostra realidade desconhecida



-

Afinal, os amigos não são para sempre!



-

A “ciência” do aperto de mão



-

Com o S. Valentim à porta, saiba como melhorar a sua relação



PUB
 
PUB
 
ÁREA CLIENTES
Loja das Taças
Se és campeão a loja das Taças põe-te o Troféu na mão
ver mais
 
Escola de Condução C.C.S
Escola de Condução para Motociclos e Veículos Ligeiros.
ver mais
 
Restaurante Os Arcos
A melhor gastronomia algarvia
ver mais
 
 
 
NOTÍCIA MAIS LIDA DO MOMENTO
Mais 30 operacionais do Algarve a caminho de Góis

Mais 30 operacionais do Algarve a caminho de Góis

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Farol Bike Tour terminou no Algarve com 27 faróis alcançados e mais de 1.000 km percorridos

Farol Bike Tour terminou no Algarve com 27 faróis alcançados e mais de 1.000 km percorridos

ver mais
 
FARO:Ass. Bombeiros Cruz Lusa “segue estratégia de modernização e operacionalidade da corporação”

FARO:Ass. Bombeiros Cruz Lusa “segue estratégia de modernização e operacionalidade da corporação”

ver mais
 
Autárquicas:Bloco de Esquerda apresenta candidatos para Loulé

Autárquicas:Bloco de Esquerda apresenta candidatos para Loulé

ver mais
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio