siga-nos | seja fã
PUB
 

Como “recuperar” de uma desilusão amorosa?

Como “recuperar” de uma desilusão amorosa?
Imprimir Partilhar por email
24-07-2015 - 10:23
É do senso comum que “dores de amor” são difíceis de se ultrapassar e que, por muitas “receitas”que se escrevam, só o tempo parece afastar o sofrimento de quem perdeu um amor, ou melhor de quem não ganhou um amor para a vida! No entanto, esse tempo não deve ser de espera, mas sim de afirmação pessoal para ultrapassar o sofrimento!
 
Para facilitar a tarefa, os especialistas recomendam que não se sinta “pior pessoa do mundo”já que tal como as relações começam, também podem terminar e, não será você o rosto do sofrimento quando de algo natural se trata. Depois, é preciso usar a imaginação e voltar a olhar para si! 
 
Aproveite para mudar algo no seu visual, na forma de vestir ou para retocar algo que há muito deseja, pois um dos segredos é mesmo “regressar” sua identidade após uma separação. 
 
Aproveite para refletir acerca das suas falhas e saiba colocar-se no devido lugar quanto à divisão de “culpas”.
 
Fale o mais possível do que aconteceu e do que pensa ter falhado no relacionamento, pois será uma forma de abreviar o sofrimento e de recuperar forças. Quem não tiver “ ouvinte à mão”pode sempre falar com um gravador alguns momentos por dia, pois apesar de parecer estranho, é uma importante forma de alívio da mágoa, da raiva e da tristeza, segundo revelam os especialistas.
 
Dos já conhecidos hábitos de quem termina um relacionamento, destacam-se sempre o “o o/a a quero ver mais”mas depois espreita-se a página do Facebook de cinco em cinco minutos, procuram-se amigos em comum para saber novidades e, mantém-se um controlo mesmo que à distância. 
 
Segundo os especialistas, esta é a pior opção de todas, pois prolonga um vínculo afetivo que tem de ser cortado. Para facilitar a tarefa, o ideal é mesmo afastar tudo o que se relacione com a cara-metade, pois só assim se caminha para o “ponto final”
 
Na posição dos especialistas, falar sobre a relação, assumir erros, desabafar expetativas e sonhos, melhora o processo de separação. 
 
Quem não tiver quem o ouça, pode sempre falar com um gravador durante quatro horas semanais. Ao fim de nove semanas terá certamente resultados positivos. 
 
No fundo, guardar a raiva, a mágoa, a dor só fazem com que se sinta cada vez mais infeliz. Falar, “deitar cá para fora” que sente abrevia caminho até pelo desgaste de repetir o assunto.
 
Ao mesmo tempo, pode parecer contraditório, mas sair com outras pessoas e idealizar outra relação ajuda a esquecer a anterior desde que não se façam comparações constantes ou que se procure a continuidade da relação anterior com outra pessoa. Se sentir que não está “recuperado”não canalize para outra pessoa aquilo que queria viver com alguém do seu passado e opte por amizades e saídas divertidas e desinteressadas.
 
Uma excelente opção para esquecer um amor e para transformar sentimentos negativos em positivos dentro de si passa pelo exercício físico, pois para além de permitir a libertação das “cargas negativas”dá lugar a sentimentos de autoestima que resultam desse bem-estar físico. 
 
Será mais fácil gostar de si e fazer planos para o futuro com trinta minutos diários dedicados só a si. Ao mesmo tempo, as endorfinas libertadas durante a atividade física são o medicamento dado pela natureza para o alívio da dor.
 
Para ajudar, Grace Larson, autora de um estudo publicado na Social Psychology and Personality Science, diz que voltar a pensar em si próprio ajuda bastante no processo de recuperação. 
 
Por isso mesmo o seu estudo procurava fazer com que as pessoas refletissem no que tinham negligenciado em si mesmas durante a relação e que dessem uma nova oportunidade a si mesmas.
 
A partir destes truques, já sabe: olhe-se ao espelho, goste de si e, aos poucos dê oportunidade à (re)entrada do amor na sua vida!
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Leve saúde para a praia: invista em lanches saudáveis!



-

Receitas caseiras para se sentir mais jovem e bonita!



-

Afinal, há sexo no local de trabalho! – estudo mostra realidade desconhecida



-

Afinal, os amigos não são para sempre!



-

A “ciência” do aperto de mão



PUB
 
PUB
 
ÁREA CLIENTES
Allô Pizza
Os apreciadores da verdadeira pizza italiana conhecem a casa, local agradável, bom ambiente e boa-disposição.
ver mais
 
Loja das Taças
Se és campeão a loja das Taças põe-te o Troféu na mão
ver mais
 
Restaurante Os Arcos
A melhor gastronomia algarvia
ver mais
 
 
 
NOTÍCIA MAIS LIDA DO MOMENTO
Monte Gordo disponibiliza linha de transporte gratuito para a praia

Monte Gordo disponibiliza linha de transporte gratuito para a praia

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Autarquia de Lagoa apoiou cinco alunos a participarem nos cursos de verão da Ualg

Autarquia de Lagoa apoiou cinco alunos a participarem nos cursos de verão da Ualg

ver mais
 
PS Aljezur apresentou candidatos às eleições autárquicas

PS Aljezur apresentou candidatos às eleições autárquicas

ver mais
 
SILVES:Grupo Coral da Sociedade Filarmónica Silvense apresenta-se na Casa da Cultura Islmâmica e Mediterrânica

SILVES:Grupo Coral da Sociedade Filarmónica Silvense apresenta-se na Casa da Cultura Islmâmica e Mediterrânica

ver mais
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio