siga-nos | seja fã
PUB
 

Combater a obesidade infantil

Imprimir Partilhar por email
10-02-2014 - 22:16
A obesidade infantil é um problema que está a afectar cada vez mais crianças no nosso país, sendo que, por detrás das suas causas estão hábitos alimentares deficientes e um estilo de vida que se afasta do desenvolvimento saudável.
 
Dados recentes fornecidos pela APCOI – Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil, alertam para o sedentarismo, a ingestão reduzida de frutas e legumes, o aumento de consumo de alimentos muito calóricos, como sendo, doces, refrigerantes, comidas industrializadas, etc., pouco exercício físico, bem como demasiado tempo frente ao televisor ou ao computador.
 
 Neste sentido, está a verificar-se que, os alimentos saudáveis vão sendo substituídos por “snacks”, dado que os mais pequenos crescem a ingerir doces e bebidas açucaradas ao lanche e a perder de vista alimentos que oferecem energia e que beneficiam o organismo, para além de que, esses maus hábitos se instalam e desenvolvem comportamentos que se prolongam pela vida fora, dando espaço a inúmeras doenças como a diabetes, colesterol elevado, hipertensão arterial, entre outras.
 
Esta é outra preocupação desta associação que tem levado a cabo programas de incentivo a hábitos de vida saudáveis, junto das escolas portuguesas, com vista a incutir nos mais novos a ideia de que comer fruta é essencial, bem como completar refeições com legumes e praticar exercício físico como garantias de melhor saúde.
 
Nas escolas, o trabalho tem o intuito de despertar as crianças, já que, com o passar dos anos, são elas quem vão decidir o que querem para o lanche, logo importa que façam escolhas saudáveis, incluindo a fruta nesses intervalos entre as refeições.
 
Para muitos especialistas, a questão merece destaque nos meios de comunicação social, como forma de alertar os pais que, na maioria das vezes, oferecem à criança a liberdade para comprarem o seu lanche, sem que vigiem a quantidade de doces que consomem diariamente e, ao mesmo tempo, para que pratiquem hábitos de vida saudáveis para toda a família.
 
Algumas ideias práticas e fáceis consistem em fazer uma lista dos menus semanais de forma a assegurar que todos os ingredientes se enquadram no essencial para a manutenção de uma dieta saudável. No mesmo menu, devem estar incluídos os lanches e o pequeno-almoço, onde a fruta deve integrar as escolhas.
 
Depois optar o mais possível por alimentos cozidos ou grelhados também é uma condição para uma dieta equilibrada, sem esquecer que, a variedade deve fazer parte do processo.
 
Evitar as frituras e, o mais possível as gorduras na confecção dos pratos, é outro requisito a ter em conta, sem esquecer que a sopa é uma importante aliada das refeições de toda a família.
 
O colorido dos pratos torna-os mais apelativos, pelo que deve variar e “brincar” com as formas dos alimentos que provocam maior resistência ao apetite das crianças. Os pais devem ser o grande exemplo para que tudo se complete, evitando os doces e consumindo fruta e legumes ás refeições e entre as mesmas, evitando obviamente os “fast-food” que se limitam aos mais pequenos.
 
Incluir alimentos integrais é também uma boa ajuda para manter a saúde e o peso, tal como beber água entre as refeições, ao longo do dia.
 
“Os alimentos proibidos” devem surgir uma vez por semana sem o carácter de proibição, mas sim de alternativa num dia depois de se cumprirem todos os outros com hábitos saudáveis aceites e compreendidos.
 
Não oferecer guloseimas ou outro tipo de recompensas quando a criança pratica uma boa acção, sob pena das mesmas ficarem associadas a bom comportamento.
 
Um bom comportamento pode e deve ser recompensado com um elogio, com uma actividade em família, com a satisfação de um passeio sugerido pela criança, entre outros.
 
Dedicar um tempo diário para uma actividade física, mesmo que de pouca duração. Uma caminhada, uma ida ao parque, piscina ou outra em família, é outra recompensa para evitar a obesidade em qualquer idade e, sobretudo na infância em que as crianças se “mexem” cada vez menos, pois vão para a escola de carro, sentam-se a ver TV, não praticam muito exercício, pelo que, em família, é sempre mais interessante e divertido, para além do exemplo que se oferece aos filhos.
 
Sem fundamentalismos, mas com um plano direccionado, é simples construir um novo estilo de vida: um exemplo que vai seguir gerações saudáveis.
 
É de realçar que, as saladas são sempre um acompanhamento excelente e que podem apresentar formas e texturas engraçadas ao olhar e ao paladar de toda a família.
 
A fruta não tem de ser ingerida sempre da mesma forma, já que em sumo, salada, ralada, em batido também é deliciosa!
 
Os legumes que se podem comer crus, são uma excelente opção para decorar e enriquecer um prato, tal como as frutas podem ligar muito bem a outros alimentos, é tudo uma questão de criatividade e de colocar a família a pensar numa forma mais saudável para as suas refeições!
 
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

“Crianças que não brincam, ficam doentes” – Mário Cordeiro



-

Sabe o que é Síndrome de Húbris? É a doença do poder!



-

Sabe identificar um sociopata?



-

Mitos e verdades da vida “mais saudável”



-

Pessoas alegres e positivas vivem mais e melhor



PUB
 
PUB
 
ÁREA CLIENTES
Restaurante Os Arcos
A melhor gastronomia algarvia
ver mais
 
Loja das Taças
Se és campeão a loja das Taças põe-te o Troféu na mão
ver mais
 
Allô Pizza
Os apreciadores da verdadeira pizza italiana conhecem a casa, local agradável, bom ambiente e boa-disposição.
ver mais
 
 
 
NOTÍCIA MAIS LIDA DO MOMENTO
Maria Leal de volta ao Algarve para animar motards

Maria Leal de volta ao Algarve para animar motards

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Polícia Marítima fiscaliza atividade de venda ambulante em Albufeira

Polícia Marítima fiscaliza atividade de venda ambulante em Albufeira

ver mais
 
Câmara Municipal cede terreno para a nova "casa" da Polícia Judiciária em Portimão

Câmara Municipal cede terreno para a nova "casa" da Polícia Judiciária em Portimão

ver mais
 
Com o «Guia Algarve» da RTA tenha "à mão" 200 eventos em junho

Com o «Guia Algarve» da RTA tenha "à mão" 200 eventos em junho

ver mais
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio