siga-nos | seja fã
PUB
 

Colesterol

Colesterol
Imprimir Partilhar por email
06-11-2014 - 21:24
Cada vez mais na ordem das preocupações dos sujeitos, o problema do colesterol é transversal à cultura, idade e sexo, assentando sobretudo nos hábitos de vida e na dieta levada a cabo pelos indivíduos.
 
Assim, importa saber em detalhe o que é o colesterol, quais os seus perigos e apresentar um conjunto de sugestões que, sempre acompanhadas pelo médico assistente, poderão proporcionar uma melhor qualidade de vida. 
 
O que é o Colesterol? 
 
O colesterol é uma gordura essencial existente no nosso organismo que tem duas origens: uma parte produzida pelo próprio organismo, em particular o fígado, e outra parte obtida através da alimentação, em particular pela ingestão de produtos animais, como a carne, os ovos e os produtos lácteos. 
 
O organismo necessita de colesterol para produzir as membranas (paredes) celulares, hormonas, vitamina D e ácidos biliares, que ajudam a digerir os alimentos. 
 
No entanto, o nosso organismo precisa de apenas de uma pequena quantidade de colesterol para satisfazer as suas necessidades. Quando o colesterol está em excesso, deposita-se nas paredes arteriais, constituindo placas que reduzem o calibre dos vasos, dificultando o afluxo de sangue aos órgãos e tecidos do corpo. 
 
Tipos de colesterol: 
 
O colesterol circula no sangue ligado a uma proteína. Este conjunto colesterol - proteína é, designado por Lipoproteína que se caracterizam por altas, baixas ou muito baixas. Esta proporção é determinada, em geral, pela relação entre as proteínas e as gorduras, o que determina a sua densidade. 
 
Assim, importa perceber que, as Lipoproteínas de baixa densidade (LDL), vulgarmente conhecidas como o “mau” colesterol devido ao facto de ser aquele que se deposita na parede das artérias e que poderá conduzir á ateroesclerose. 
 
Neste sentido, quanto mais altas forem as LDL no sangue, maior é o risco de doença cardiovascular.
 
As Lipoproteínas de alta densidade (HDL): também conhecidas por colesterol “bom”, que tem como papel a limpeza das artérias, pelo que quanto mais altas forem menor risco há de surgir doença cardiovascular Lipoproteínas de muito baixa densidade (VLDL): são semelhantes às LDL, mas contendo mais gordura e menos proteínas 
Triglicéridos: são um outro tipo de gordura que circula no sangue ligada às VLDL. Uma alimentação excessivamente rica em calorias, açúcares ou álcool eleva os triglicéridos, aumentando o risco cardiovascular. 
 
Como reduzir o colesterol e o risco de doença cardiovascular? 
 
Existem algumas soluções que podem beneficiar e regular o bom funcionamento do organismo: 
 
•Reduzir o consumo de alimentos ricos em gorduras saturadas e colesterol. Estamos a falar em produtos animais, nomeadamente na carne vermelha e nos produtos lácteos não desnatados 
 
•Praticar regularmente exercício. A actividade física aumenta o colesterol das HDL, para além de ajudar a controlar o peso, a diabetes e a pressão arterial, factores de risco importantes de doença cardiovascular 
 
•Deixar de fumar. Para além de toda uma série de malefícios para a saúde, o tabagismo desce o colesterol das HDL. Felizmente ao deixar de fumar as HDL voltam a subir. 
 
•Tomar a medicação prescrita pelo seu médico. 
 
Como tratar o colesterol alto? 
 
O objectivo do tratamento é o de diminuir o risco de doença cardiovascular, através da redução do colesterol das LDL e subida das HDL. 
 
É importante referir que o controlo dos níveis de colesterol deve assentar numa dieta saudável rica em fibra vegetal e pobre em gorduras saturadas, colesterol e ácidos gordos transformados. 
 
Estes são essencialmente produtos manufacturados a partir de óleos vegetais, tais como algumas margarinas sólidas à temperatura ambiente e óleos utilizados para fritar. O controlo do peso, a actividade física regular e não fumar são companheiros indispensáveis da dieta. 
 
O recurso a medicamentos, quando necessários, deve ser decidido e acompanhado pelo médico assistente, que leva em conta, não só os valores do colesterol, como também o risco global, determinado com base na idade do doente, no sexo, na pressão arterial, na HDL e no tabagismo.
 
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Café “pode ser uma fantástica medicina natural”



-

Japão desenvolve células capazes de regenerar miocárdio



-

Cancro: dez sintomas que todos devem saber



-

Claustrofobia



-

Ciática



PUB
 
NOTÍCIA MAIS LIDA DO MOMENTO
Algarve:Se chover, a água não será muita!

Algarve:Se chover, a água não será muita!

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Jorge Botelho tomou posse afirmando Tavira como "centro do Sotavento"

Jorge Botelho tomou posse afirmando Tavira como "centro do Sotavento"

ver mais
 
CASTRO MARIM:Francisco Amaral começa novo mandato a defender "consensos para lutas que valem a pena"

CASTRO MARIM:Francisco Amaral começa novo mandato a defender "consensos para lutas que valem a pena"

ver mais
 
Olhão associa-se à Semana de Luta Contra a Pobreza e Exclusão Social

Olhão associa-se à Semana de Luta Contra a Pobreza e Exclusão Social

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio