siga-nos | seja fã
PUB
 

Amnésia

Imprimir Partilhar por email
12-08-2013 - 16:23
A Amnésia é a perda tal ou parcial de memória, na sua maioria é temporária e pode ter por detrás variadas razões.
 
Entre as mais frequentes causas da Amnésia estão consequência de algumas doenças neurodegenerativas, infecções e patologias que afectam o tecido cerebral (encefalite, derrame cerebral e outras). 
 
Também traumas físicos (pancadas na cabeça por exemplo) e psicológicos podem estar por detrás da Amnésia, bem como o alcoolismo e o consumo de drogas. 
 
Principais formas de Amnésia: 
 
A amnésia pode ser qualificada em dois tipos: 
 
Amnésia anterógrada; 
 
Amnésia retrógrada. 
 
Amnésia anterógrada 
 
Esta forma de amnésia é aquela subsequente de um trauma cerebral, em que a pessoa tem dificuldade ou incapacidade de se lembrar de eventos recentes, mas consegue lembrar-se quase que perfeitamente, de eventos ocorridos antes desse trauma cerebral. 
 
Amnésia retrógrada: 
 
Nesta outra forma de amnésia ocorre o inverso da amnésia anterógrada, porque a pessoa consegue lembrar-se de eventos posteriores ao trauma, mas não consegue se lembrar de eventos anteriores ao trauma. 
 
Tipos de amnésia: 
 
Amnésia global transitória; 
Amnésia psicogénica; 
Síndrome de Korsakoff; 
"Apagão" alcoólico. 
 
Amnésia global transitória:
 
Esse tipo de amnésia atinge principalmente os idosos, pois ocorre quando uma artéria é bloqueada temporariamente (devido a esforços físicos, etc.) impedindo o sangue de chegar em algumas partes do cérebro, a pessoa apresenta perda súbita da capacidade de "absorver" novos conteúdos ou acontecimentos. Em geral, este estado tem a duração de 3 a 12 horas. A pessoa consegue conversar normalmente e até executar tarefas mais complexas como conduzir, contudo não consegue recordar-se do que aconteceu nos últimos minutos. Tem a sensação frequente de não saber onde está e como ali chegou. Este tipo de amnésia é benigno e pode ser tratado com facilidade. 
 
A amnésia psicogênica: 
 
Esta é uma forma de amnésia temporária que ocorre devido a traumas psicológicos e pode ser tanto anterógrada (dificuldade em se lembrar de acontecimentos recentes) quanto retrógrada (dificuldade em se recuperar acontecimentos anteriores ao trauma), a memória quase sempre regressa alguns dias depois do início da amnésia, em raros casos, o paciente perde permanentemente a memória de alguns detalhes importantes da sua vida. 
 
Síndrome de Korsakoff: 
 
A síndrome de Korsakoff é uma encefalopatia e é um tipo de amnésia grave, a principal causa é o alcoolismo, o que causa a falta de Vitamina B1 (tiamina) no cérebro. Sendo o excesso de consumo de álcool a principal causa para contrair esta síndrome, os sintomas poderão manifestar-se através de uma dificuldade em reter novas informações e acontecimentos. Situações como a repetição de conhecimentos anteriores que se conseguem reproduzir, mas as aprendizagens de algo novo ficam condicionadas, são uma referência desta patologia. 
Quando é causada pelo alcoolismo, os sintomas são basicamente neurológicos (movimentos descoordenados, perda de sensação dos dedos das mãos e dos pés). 
 
"Apagão" alcoólico: 
 
Nesse tipo de Amnésia o sujeito apresenta sinais de esquecimento sem, no entanto, manifestar a perda da consciência. A pessoa alcoolizada conversa e pode fazer exercícios físicos normalmente, mas quando o efeito da bebida alcoólica passar não se lembrará de nada que ocorreu durante o momento em que se encontrava sob o efeito do álcool. Este tipo de amnésia ocorre principalmente em pessoas que bebem exageradamente sobretudo em situações de limite: ou com muita fome ou com muita sede, pelo que o efeito será acrescido e muito mais prejudicial. 
 
Diagnóstico e tratamento: 
 
Importa referir que a melhor ajuda reside na prevenção das situações, seguidamente, o médico será quem deve aconselhar e fazer o diagnóstico correcto, sendo que apenas apresentaremos sinais que o poderão apoiar em situações imediatas. 
Procede-se a um diagnóstico aquando ocorrem traumas ou perturbações ao nível do cérebro. 
Mediante o resultado da observação, o clínico adequará o tratamento por forma a reduzir os efeitos da amnésia e minimizar o desconforto causado pela perda de memória. 
Importa ainda referir ainda que, muitos dos tipos de amnésia que aqui apresentamos não deixam sequelas, enquanto que, por outro lado, outras manifestações da doença podem residir no tempo e requerer tratamentos contínuos e adequados ao grau de gravidade.  
 
Alguns conselhos para evitar a amnésia: 
 
Prevenir traumas na região do cérebro através de cuidados em situações perigosas (usar capacete, cinto de segurança) 
Evitar beber bebidas alcoólicas e o consumo de drogas; 
Tratar rapidamente problemas cerebrais para reduzir futuros danos.
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Vamos ler os rótulos dos alimentos?



-

Sabia que a água ajuda a emagrecer?



-

Consumo de azeite diminui risco de fraturas por osteoporose



-

Sabe o que é Alexitimia?



-

Ansiedade: mulheres têm o dobro das probabilidades face aos homens



PUB
 
PUB
 
ÁREA CLIENTES
Restaurante Os Arcos
A melhor gastronomia algarvia
ver mais
 
Escola de Condução C.C.S
Escola de Condução para Motociclos e Veículos Ligeiros.
ver mais
 
Loja das Taças
Se és campeão a loja das Taças põe-te o Troféu na mão
ver mais
 
 
 
NOTÍCIA MAIS LIDA DO MOMENTO
Chuva poderá “arrefecer” tempo no Algarve

Chuva poderá “arrefecer” tempo no Algarve

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Polícia Marítima apreendeu rede de 40 armadilhas em Lagos

Polícia Marítima apreendeu rede de 40 armadilhas em Lagos

ver mais
 
Concelho de Loulé desvenda 7 mil anos da sua história nos Jerónimos

Concelho de Loulé desvenda 7 mil anos da sua história nos Jerónimos

ver mais
 
Totalidade das praias de Olhão já ostenta Bandeira Qualidade de Ouro

Totalidade das praias de Olhão já ostenta Bandeira Qualidade de Ouro

ver mais
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio