siga-nos | seja fã
PUB
 

Altura da mulher pode “ditar” doenças no futuro

Altura da mulher pode “ditar” doenças no futuro
Imprimir Partilhar por email
01-09-2015 - 23:57
Os resultados do estudo são apresentados no European Journal of Epidemiology e dão conta de uma relação entre o comprimento de uma criança do género feminino à nascença e a maior propensão para ter doenças no futuro.
 
Os investigadores concluíram que o tamanho com que se nasce pode revelar maior risco de doenças, em especial do cancro da mama.
 
Segundo o Daily Mail, os investigadores chegaram a esta conclusão após analisar 22 mil mulheres norueguesas.
 
Durante o trabalho, o grupo de cientistas notou que, nas crianças do género feminino que nasceram com mais dois centímetros do que a média (fixada entre os 43 e os 50 centímetros) correm um maior risco (cerca de 13%) de sofrer de cancro da mama.
 
Tendo por base a mesma publicação, as mulheres analisadas tinham, em média, 51 anos e aquelas que apresentavam um maior risco da doença eram filhas de mães altas, fator que leva os cientistas a crer que o tamanho à nascença é importante para entender a saúde na idade adulta.
 
Tendo por base estes resultados, depreende-se que, o comprimento à nascença indica uma alta exposição a determinadas hormonas no útero, o que pode afetar a saúde nos anos seguintes ao nascimento, salientam os investigadores dando conta de outros trabalhos em curso com vista a completar estes resultados.
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Faça um teste à sua maturidade emocional



-

Descubra “o poder curativo” da praia



-

Ainda há sentimentos por explicar. Descubra-os!



-

Como encontrar o equilíbrio em 10 passos



-

Leve saúde para a praia: invista em lanches saudáveis!



PUB
 
NOTÍCIA MAIS LIDA DO MOMENTO
FARO:Agrupamento de Escolas Pinheiro e Rosa começa ano letivo com refeições vegetarianas na ementa

FARO:Agrupamento de Escolas Pinheiro e Rosa começa ano letivo com refeições vegetarianas na ementa

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Algarve regista maior valor de pescado comercializado nas lotas portuguesas

Algarve regista maior valor de pescado comercializado nas lotas portuguesas

ver mais
 
Investigadora da UAlg recebe bolsa de 20 mil dólares para estudar ocupação Neandertal

Investigadora da UAlg recebe bolsa de 20 mil dólares para estudar ocupação Neandertal

ver mais
 
Candidaturas aos prémios da “Gala do Desporto 2017” de Portimão decorrem até 15 de outubro

Candidaturas aos prémios da “Gala do Desporto 2017” de Portimão decorrem até 15 de outubro

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio