siga-nos | seja fã
PUB
 

Ainda se casa por interesse nos nossos dias

Imprimir Partilhar por email
11-02-2014 - 21:24
Com a chegada do dia de S.Valentim e o natural convite aos apaixonados para um dia diferente, nunca é demais deambular um pouco acerca do amor…
 
O amor como as demais características humanas, tem conhecido transformações profundas ao longo dos tempos, basta que recuemos três ou quatro décadas, para percebermos que, efectivamente muita coisa mudou. 
 
Conheceu-se o amor apaixonado, o amor imposto ou o amor por conveniência, sendo que, qualquer um destes casos pode resultar, mas as probabilidades de sucesso continuam a recair em quem se casa por amor verdadeiro, isto porque, alimentar um relacionamento é um desafio exigente e, quando os sentimentos não ajudam, torna-se muito complicado ceder e pedir o que quer que seja.
 
Na opinião de muitos entendidos, no passado-recente casava-se pela idade, por uma gravidez indesejada, para a mulher “não ser mal falada”, pelo desejo de pais ou familiares e também por opção do casal, mas este último caso não era de todo a maioria. 
 
Com as transformações sociais e culturais a que temos assistido, será que ainda faz sentido casar sem ser por amor?
 
Na posição de muitos especialistas, o novo tempo não alterou assim tanto os padrões, pois continua a casar-se por uma gravidez, por desejo de familiares, para cumprir a idade e, até para garantir um sustento!
 
Se no passado não se falava tanto no amor por conveniência, talvez esse seja um tema mais divulgado nos nossos dias devido ás dificuldades financeiras que o país atravessa, devido também à imigração que trouxe “novas tendências afectivas e de sedução” e um desejo de vencer na vida rapidamente.
 
Num tempo que muitos defendem “livre para amar”, parece que o amor é menos sentido que no passado, pois antes de usar a palavra “amo-te”, surgem vulgarmente as expressões “preciso”, “quero”, “podes”, que acabam por orientar o rumo de uma relação desde muito cedo.
 
Depois, na posição dos entendidos na matéria, a facilidade com que cada pessoa está contactável, dá espaço a uma liberdade perigosa que pode fazer aumentar as traições, caso não se preservem alguns valores e o respeito pelo outro. É fácil dizer que se está num determinado local e estar noutro, o que não desenvolve sentimentos de confiança entre muitos parceiros. Cada um sabe o que faz, já ouviu o relato de uma amiga e, quando não há tempo para o casal se conhecer, conversar, aprender a confiar, naturalmente esses requisitos não existem no seio do casal.
 
Claro que, quando o amor existe, nada disto é necessário: confia-se, partilha-se, conversa-se; diz-se mesmo aquilo que não gostamos de dizer ou de ouvir, mas que é essencial para amadurecer os sentimentos.
 
Não se pode afirmar que, nos nossos dias, o amor é menos sentido ou verdadeiro que no passado, mas pode-se constatar que, os hábitos dão lugar a novas formas de estar, que os valores também evoluíram e que, a facilidade com que as pessoas se podem separar, também dá espaço a divórcios sem grande esforço pelo contrário.
 
Ainda existem pessoas apaixonadas, mas é grande a tendência para o interesse monetário e para uma estabilidade na carreira.
 
A rapidez com que se começa a namorar na tenra idade, também dá lugar a que, em pouco tempo, os sentimentos se banalizem e percam o significado, pelo que se torna fácil olhar para o outro como “um trunfo para salvar a vida”.
 
Esta realidade passa-se em ambos os sexos e entre relações homo e heterosexuais, o que se entende como uma esperança de vida; uma forma de encontrar um meio de sobrevivência mesmo nos casais mais jovens, sem projectos de futuro e sem vislumbrarem um emprego ou estabilidade financeira.
 
Para os que ainda acreditam no amor, que estão dispostos a desenvolver esse sentimento, é importante recordar que, uma relação tem de ser alimentada diariamente para que se mantenha; para que ganhe vitalidade e interesse, que a conversa é fundamental para alimentar a chama, reduzir os conflitos e dissipar desconfianças, bem como a troca de afecto deve fazer parte do quotidiano, pois uns minutos a dois fazem toda a diferença na continuidade de uma relação.
 
"Não interessa quem tu amas, onde é que amas, porque é que amas, quando é que amas ou como é que amas, o que interessa é que amas." Autor - Lennon , John
 
"Uma coisa é o amor, outra é a relação. Não sei se, quando duas pessoas estão na cama, não estarão, de facto, quatro: as duas que estão mais as duas que um e outro imaginam." Fonte - Diário de Notícias (2004) Autor - Antunes , António Lobo
 
"Num momento, num olhar, o coração apanha-se para sempre. Ama-se alguém. Por muito longe, por muito difícil, por muito desesperadamente. O coração guarda o que se nos escapa das mãos. E durante o dia e durante a vida, quando não está lá quem se ama, não é ela que nos acompanha – é o nosso amor, o amor que se lhe tem." Fonte - Último Volume Autor - Cardoso , Miguel Esteves
 
"Ama-se quem se ama e não quem se quer amar." Fonte - Correspondência (1920) Autor - Espanca , Florbela
 
"Não ser amado é falta de sorte, mas não amar é a própria infelicidade." Autor - Camus , Albert
"O amor tem a virtude, não apenas de desnudar dois amantes um em face do outro, mas também cada um deles diante de si próprio." Autor - Pavese , Cesare
 
"Aquilo que provamos quando estamos apaixonados talvez seja o nosso estado normal. O amor mostra ao homem como é que ele deveria ser sempre." Fonte - Apontamentos Autor - Tchekhov , Anton
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

A dieta “infalível” para este verão!



-

Precisa de um “jeitinho”? Conheça outros hábitos (muito) portugueses!



-

Para avançar, é preciso “virar a página”!



-

Aprenda “a ser importante” para os outros



-

“A Internet está a tornar-nos mais estúpidos?”



PUB
 
PUB
 
ÁREA CLIENTES
Loja das Taças
Se és campeão a loja das Taças põe-te o Troféu na mão
ver mais
 
Allô Pizza
Os apreciadores da verdadeira pizza italiana conhecem a casa, local agradável, bom ambiente e boa-disposição.
ver mais
 
Restaurante Os Arcos
A melhor gastronomia algarvia
ver mais
 
 
 
NOTÍCIA MAIS LIDA DO MOMENTO
FARO:Manhã na EN125 com capotamento e três feridos ligeiros

FARO:Manhã na EN125 com capotamento e três feridos ligeiros

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Tavira leva Dieta Mediterrânica a feira alentejana que promove o chocalho

Tavira leva Dieta Mediterrânica a feira alentejana que promove o chocalho

ver mais
 
FARO:Manhã na EN125 com capotamento e três feridos ligeiros

FARO:Manhã na EN125 com capotamento e três feridos ligeiros

ver mais
 
Município de Faro investe na modernização tecnológica de todas as escolas EB1 do concelho

Município de Faro investe na modernização tecnológica de todas as escolas EB1 do concelho

ver mais
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio