siga-nos | seja fã
PUB
 

Afinal “ser egoísta” dá saúde e felicidade

Afinal “ser egoísta” dá saúde e felicidade
Imprimir Partilhar por email
03-07-2015 - 10:08
Pode parecer contraditória esta posição quando se coloca a solidariedade e a capacidade de “fazer bem” aos outros como marcas de felicidade e longevidade, mas a questão pode ser colocada de outra forma.
 
Há pessoas que se preocupam tanto com os outros que acabam por se esquecer se si mesmas. É para essas que se destina esta nova teoria!
 
De acordo com esta nova posição, crescemos com “rótulos” que nos limitam as ações e pensamentos dando apenas sentido à preocupação permanente com o que os outros pensam a nosso respeito, as suas expetativas e imposições de tal forma que, “não nos resta tempo para pensarmos em nós mesmos e naquilo que realmente nos faz felizes”.
 
Para os especialistas da psicologia positiva, “precisamos de dedicar tempo a nós mesmos, ás nossas emoções, cuidar carinhosamente da nossa imagem, dos nossos pensamentos e encontrar o nosso estado de equilíbrio, sob pena de entrarmos em colapso por tanta dedicação exterior e perdemos oportunidades únicas de felicidade”.
 
Isto não quer dizer que não tenhamos amigos, que não sejamos solidários ou que sejamos capazes de abdicar de nós mesmos em prol dos outros, “mas é preciso ter conta, peso e medida”, pois ninguém pode dar de si se não se sentir bem consigo próprio, adiantam os especialistas. 
 
Ser egoísta não quer dizer que trata mal as pessoas, não tem amigos ou que não é capaz de amar. Somos ‘programados’ para sentirmos vergonha e para nos repreendermos (e repreender os outros) sempre que pomos as nossas necessidades e desejos em primeiro lugar.
 
Como resultado disso, muitas vezes, pomos os outros acima do nosso bem-estar. O site Mind Body Green explica que a longo prazo é preciso que, cada um se coloque em primeiro lugar para que possa ser generoso com os outros.
 
A mesma fonte listou ainda alguns pontos que se deve lembrar da próxima vez que se sentir culpado por se pôr em primeiro lugar:
 
1. Melhora as relações: Ser egoísta é conseguir ligar-se a si mesmo. Quando o faz, prova a si próprio que merece ser bem tratado. E não se esqueça de ser gentil consigo.
 
2. Cria uma expetativa de felicidade: Tentar agradar aos outros pode levá-lo a um caminho de frustração, stress e desilusão.  Toda a gente tem opiniões diferentes sobre a forma como se deve ou não comportar e o que deve ou não fazer. Ou seja, “não se pode agradar a gregos e troianos”, já dizia o provérbio. Por isso, mentalize-se que pôr os outros em primeiro lugar só vai fazer com que não consiga viver a vida que deseja e sentir por si mesmo.
 
3. Liberta os seus entes queridos de terem de tratar sempre de si: Estar sempre a tratar dos outros faz com que os que o amam tenham de tratar do seu bem-estar. Começar a cuidar de si vai tirar-lhes um peso dos ombros. Quebre o círculo da co-dependência, sugere o Mind Body Green.
 
4. Faz com que pare de culpar os outros pela sua infelicidade: Quando a sua prioridade é agradar aos outros, está a dar-lhes poder sobre os seus sentimentos. Mesmo que não se aperceba, acaba por culpar os outros pela sua infelicidade. Liberte-se de ressentimentos, seja mais feliz e assim também conseguirá ter relações mais saudáveis.
 
Ser egoísta, neste sentido, é tomar conta de si e fazer da sua felicidade a prioridade. E lembre-se de que precisa de ter saúde e ser feliz para conseguir ajudar os outros, adverte o mesmo site recordando a importância de se concentrar em si e de partir de “dentro para fora” e não ao contrário. É você que sente, que decide e que dá um sentido à sua vida. Quem o aceita, muito bem, quem o rejeita, paciência!
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Quando a ansiedade nos atrapalha os planos  



-

Mindfulness:Treino e principais benefícios



-

Diferenças entre empatia e contágio emocional



-

Educação: orientar as crianças para a maturidade emocional



-

Educação: o que não se deve (de forma alguma) fazer a uma criança



PUB
 
NOTÍCIA MAIS LIDA DO MOMENTO
Nota de Pesar do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário do Algarve pelo falecimento do Dr. Larguito Claro

Nota de Pesar do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário do Algarve pelo falecimento do Dr. Larguito Claro

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Unidades hoteleiras e empreendimentos turísticos do Algarve integram rede de suporte básico de vida

Unidades hoteleiras e empreendimentos turísticos do Algarve integram rede de suporte básico de vida

ver mais
 
Nota de Pesar da Câmara Municipal de Faro pelo falecimento do Dr. Larguito Claro

Nota de Pesar da Câmara Municipal de Faro pelo falecimento do Dr. Larguito Claro

ver mais
 
Nota de Pesar do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário do Algarve pelo falecimento do Dr. Larguito Claro

Nota de Pesar do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário do Algarve pelo falecimento do Dr. Larguito Claro

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio